Sexta-feira, 7 de Maio de 2010

Auto-Estrada do Oeste...

Auto-Estrada do Oeste é das mais perigosas do país

 

 A Auto-Estrada do Oeste é uma das mais perigosas do país e a palavra “segurança” não se aplica a esta via.

 

A conclusão é apresentada por um grupo de engenheiros, por condutores que a utilizam frequentemente e pela Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados. A concessionária, Auto-Estradas do Atlântico, vê-se, neste momento, acossada por uma petição em marcha contra o pagamento de portagens.

 

Neste trabalho ainda a recordação de uma fatalidade que tirou a vida a três pessoas e deixou ferida cerca de uma dezena, em 2000, perto da saída para São Mamede, Bombarral.

 

“A A8 esteve cortada no sentido Sul-Norte devido a uma colisão entre um pesado de mercadorias e cinco automóveis ligeiros…”.

Este é um relato repetido variadas vezes desde a inauguração do primeiro lanço da A8, em 1991.

 

Os condutores que regularmente enfrentam o desafio de percorrer a auto-estrada do Oeste deparam-se com uma montanha russa de constrangimentos e dificuldades.

“A A8 é das piores auto-estradas do país, não apenas no elevado preço cobrado por quilómetro, mas também pela fraca qualidade do piso, que perturba a condução.

O asfalto tem “ondas” que provocam vibrações, e nos dias de chuva já vi carros a virarem abruptamente da esquerda para a direita devido ao aquaplanning (hidroplanagem), relata Octávio Almeida, residente na Lourinhã, que começou a optar pela estrada nacional em detrimento da A8 para os seus trajectos.

 

O perigo da hidroplanagem é um dos muitos pontos identificados no “Relatório Preliminar de Peritagem às Condições de Segurança Rodoviária da Auto-Estrada A8”, coordenado pelo engenheiro de estruturas Francisco Pires Salpico, do Observatório de Segurança de Estradas e Cidades.

“O piso não possui as ranhuras para evitar a hidroplanagem, para além de que o pavimento é muito defeituoso”, diz o engenheiro.

Erros de traçado, de acordo com o relatório, acumulam-se ao longo da auto-estrada.

 

“A função do engenheiro civil é a de prever as velocidades praticadas.

A A8 viola todos os critérios de segurança.

 

A auto-estrada induz os condutores a praticarem uma determinada velocidade mas, apenas, possui segurança para velocidades mais reduzidas”, afirma. Confrontado com o facto da velocidade máxima naquele tipo de vias não poder exceder os 120 km/hora, desmistifica a ideia:

“O critério da velocidade de tráfego tem de ser tido em conta.

A estrada deve ser segura para velocidades superiores ao limite máximo de velocidade”.

 

Para Francisco Pires Salpico, o paradigma da segurança rodoviária não pode estar vinculado ao do limite máximo de velocidade, considerado por si como um “subterfúgio”.

O jornal Mais Oeste ouviu um conjunto de utentes indignados com a falta de condições da via.

Joaquim Henriques, das Caldas da Rainha, compara-a mesmo a um “carreiro de cabras”.

 

“Os portugueses são até bastante habilidosos na condução para que não sucedam ainda mais acidentes”, acrescenta, considerando que a A8 é a “pior auto-estrada do país”.

Rui Pedras, também das Caldas da Rainha, utiliza regularmente a A8 nos seus percursos.

“Curvas mal desenhadas, mau estado do pavimento” são os defeitos apontados por este automobilista.

O leque de críticas vai de encontro aos erros detectados pela equipa de Francisco Pires Salpico, nomeadamente, no aspecto de algumas curvas consideradas mais sinuosas, e consequentemente perigosas.

 

O engenheiro destaca as existentes aos quilómetros 12, 18, 25, 36 e 39.

“As acelerações exercem uma força centrífuga e o traçado é vertiginoso”, declara.

“A A8 entre Loures e um pouco depois de Torres Vedras é um verdadeiro atentado à segurança dos automobilistas.

 

Para além do traçado sinuoso e do piso tantas vezes irregular, a auto-estrada está constantemente em obras, provavelmente, por incompetência de quem construiu a obra”, sintetiza Marco Domingos, de Salvaterra

 

http://www.agenciaglobal.org/pdfs/NOVA_ED.pdf

 

As estradas mais perigosas do país

 

http://jn.sapo.pt/multimedia/infografia970.aspx?content_id=1554579

 

A8: acidente faz um morto e um ferido

 

 Colisão deverá ter sido motivada por velocidade excessiva para as condições da via

 

Uma colisão frontal ocorrida esta madrugada na A8, entre os nós de Lousa e Malveira, provocou um morto e um ferido grave e obrigou ao corte do trânsito naquele troço, disse à Lusa fonte da GNR.

O acidente ocorreu cerca das 05:12, numa zona onde a circulação se efectuava apenas numa via devido a obras, provocando a morte de um dos condutores e ferimentos graves no outro.

 

«Presume-se que o acidente tenha sido motivado por velocidade excessiva para as condições da via», declarou a fonte da GNR, referindo-se ao facto de estarem a decorrer obras de repavimentação na A8, situação que motivou a redução do número de faixas de circulação, que agora se restringem a uma via para cada lado, sendo a separação assinalada com cones luminosos.

O trânsito esteve cortado entre a Lousa e a Malveira, situação que deverá manter-se «possivelmente até às 08:00», declarou a GNR, adiantando que a alternativa para os condutores é utilizarem a Estrada Nacional 8.

 

http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/acidente-a8-morto-malveira-tvi24/1148218-4071.html

 

 

 

Queda de viaduto no IP4 mata uma pessoa

 

Um viaduto em construção desabou ontem, quarta-feira, sobre o IP4, junto a Amarante, provocando a morte a um automobilista que passava no local.

 

 O acidente obrigou ao corte de trânsito no IP4.

 

http://jn.sapo.pt/multimedia/video.aspx?content_id=1515976

 

 

Despiste de camião na A22 provoca morte do condutor de um ligeiro

 

Um morto foi o resultado de um aparatoso acidente, esta quarta-feira à tarde, na Via do Infante, junto a Faro.

 

Parte da grua de um pesado saltou, durante o despiste do camião, e perfurou uma viatura que seguia no sentimento contrário.

Foi o lugar errado, há hora errada no quilómetro 63 da Via do Infante.

 

Um ligeiro seguia no sentido Faro-Loulé quando, às 15h10 da tarde, no sentido oposto, um pesado carregado com pedras e uma grua entrou em despiste. O camião embateu no separador central, espalhando a carga por todo o lado.

No impacto, o monta-paletes soltou-se e perfurou com violência o vidro de outro condutor.

A vítima de 68 anos teve morte imediata.

 

No carro seguiam mais duas mulheres e um homem, também na casa dos 70.

Nenhum dos outros ocupantes sofreu um beliscão, mas tiveram, no entanto, de ser assistidos pela equipa de psicólogos do INEM.

 

Um jipe e um camião, que seguiam atrás da viatura da vítima, foram atingidos por algumas pedras, mas conseguiram evitar o pior.

O aparato do acidente obrigou ao corte da Via do Infante no sentido Faro-Loulé durante cerca de hora e meia, além das pedras espalhadas na via, foi também preciso eliminar o óleo entretanto derramado e tentar identificar as causas do despiste que provocou o desastre.

O condutor do camião não sofreu ferimentos.

 

http://sic.sapo.pt/online/noticias/pais/Despiste+de+camiao+na+A22+provoca+morte+do+condutor+de+um+ligeiro.htm

 

http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/noticias-pais/2010/4/despiste-obrigou-ao-corte-da-via-do-infante-no-sentido-faro-loule-durante-mais-de-uma-hora14-04-2010.htm

 

 

O aborrecimento entrou no mundo pela mão da preguiça

La Bruyere

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por cambiantevelador às 00:22
link do post | sujerir | favorito
|

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds