Domingo, 20 de Junho de 2010

Identificador para SCUT...

Os mais de 2 milhões de clientes Via Verde

não necessitarão de trocar ou de adquirir um novo identificador...

 

Para os proprietários de viaturas que não pretendam circular em auto-estradas sem portagem manual (leia-se apenas com cobrança electrónica, SCUTs), a instalação do DEM só é obrigatória a partir de 1 de Janeiro de 2011.

 

Para o não utilizador de auto-estradas - terá ainda a solução de pós-pagamento, o qual deve ser feito nos 5 dias úteis posteriores à passagem e sujeito ao pagamento de custos administrativos.

 

 http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/2010/06/17/

 

 

Reservar o identificador para passar nas SCUT custa 25 euros

 

Quem não tem Via Verde pode reservar, a partir de amanhã, segunda-feira, um identificador para circular nas SCUT.

 

Poderá fazê-lo nas lojas da Via Verde ou aos balcões do CTT.

A reserva custa 25 euros, um valor convertível em portagens, como se fosse um pré-pagamento.

Os CTT enviaram ontem uma nota às redacções onde explicam os custos e os passos a dar para se fazer a reserva do identificador, o tal dispositivo que quem não tem Via Verde terá de colocar nos veículos para poder pagar as portagens nas auto-estradas do Grande Porto, Costa da Prata e Norte Litoral, a partir do próximo dia 1.

 

Assim, o pedido de reserva do Dispositivo Electrónico de Matrícula (DEM) custará 25 euros.

Mas os CTT explicam:

"A adesão a qualquer um dos sistemas de pagamento tem um custo de 25 euros, em todos os casos convertidos em passagens nas auto-estradas que estejam no âmbito do contrato".

Ou seja, este valor é uma espécie de crédito com que o utilizador fica para circular nas SCUT.

 

No momento da adesão, só tem de escolher a modalidade de pagamento futura.

 

Já se sabia que os DEM serão gratuitos durante seis meses e começam a ser pagos em 2011.

Até lá, o Estado vai desembolsar 19€+IVA (22,99€) por cada dispositivo aos fornecedores, num custo de cerca de 47 milhões de euros.

E quem não tiver o DEM?

Os CTT advertem que, a partir do próximo dia 1, quem circular nas referidas auto-estradas sem ter activado um sistema de pagamento de portagens, terá cinco dias úteis seguintes à passagem para liquidar a dívida, podendo fazê-lo numa estação dos Correios ou num agente Payshop.

 

Como se faz o pedido do DEM?

Há dois modos:

através da Internet, no portal dos CTT, devendo depois completar o processo ao balcão;

ou numa das 900 estações de Correios.

Que documentos?

No momento do pedido de reserva do DEM, o proprietário do automóvel deve estar munido do Documento Único do Veículo ou o Livrete e Registo de Propriedade, bem como de identificação do proprietário ou procuração.

Que sistema de pagamento?

O utilizador pode escolher um Identificador Pré-pago com Identificação do Proprietário.

Neste caso, os particulares devem apresentar comprovativo de morada, comprovativo da situação profissional e documentos do veículo.

As empresas devem apresentar a certidão do registo comercial, o cartão de identificação de pessoa colectiva e os documentos do veículo.

Também se pode escolher o Identificador Pré-Pago Anónimo.

Neste caso, o proprietário apenas precisa de identificar a matrícula ou, se já tiver um DEM, de o identificar.

Mas se o proprietário quiser consultar o detalhe das passagens terá de apresentar os documentos do veículo.

Está igualmente previsto o pagamento automático por débito em conta (ainda não disponível nos balcões dos CTT).

Quando chega o dispositivo? Feito o pedido de reserva do DEM, o proprietário recebe o comprovativo desse pedido, que deve acompanhar o veículo até à instalação do identificador.

Poderá levantá-lo nos CTT logo que receba essa indicação.

Onde carregar os pré-pagos?

Pode ser nos CTT, nos agentes Payshop e no Multibanco.

Com este sistema, os utentes podem consultar as passagens na Internet, através de uma chave de acesso.

E também haverá a notificação de saldo mínimo por sms.

Contestação

Entretanto, também ontem, o presidente da Câmara de Chaves, João Batista, apelou ao Governo para que não introduza portagens na A24.

E o presidente do Pólo de Turismo da Serra da Estrela, Jorge Patrão, opôs-se a igual solução para a A23.

 

 http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1597924

 

CTT 

http://www2.ctt.pt/fewcm/wcmservlet/ctt/index.html

 

 

 "Tudo que podia ser inventado já o foi"
Charles H. Duell

Director do Departamento de Patentes dos Estados Unidos - 1899

Quando propôs o fecho da secção de registo de novas patentes.

 

 

 

 

 

 

publicado por cambiantevelador às 10:25
link do post | sujerir | favorito
|

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds