Terça-feira, 27 de Julho de 2010

Catástrofe Rodoviária…

 

Perigo nas estradas

Os números catastróficos da sinistralidade rodoviária da semana transacta puseram a descoberto as insuficiências do actual modelo de fiscalização do trânsito.

 

Na mesma semana, o MAI, talvez preocupado com a quebra de receitas provenientes de contra-ordenações rodoviárias, entrega à PSP e GNR 1100 computadores portáteis para registo, em tempo real, das infracções, ao mesmo tempo que vozes da União Europeia vêm apelar para a tomada de medidas que resultem na redução de 50% das mortes nas estradas.

 

É esta a realidade que valida as justas reivindicações da APG e dos profissionais da ex-BT, que têm vindo a denunciar um policiamento insuficiente e a opção pelo radar em detrimento do patrulhamento de visibilidade preventivo e pedagógico, dissuasor da prática da infracção.

O fracasso do actual modelo de fiscalização do trânsito constitui prova inequívoca de que uma reforma, como a que sucedeu na GNR, jamais pode ser feita contra os profissionais.

Impõe-se a necessária reformulação orgânica sem ‘remedeios’ ou manobras que visem impedir que a Lei seja alterada em sede Parlamentar.

A luta contra a sinistralidade rodoviária deverá ser um imperativo de todos nós, polícias e cidadãos, mas, sobretudo, de quem tem a responsabilidade de gerir a segurança pública.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/opiniao/perigo-nas-estradas

 

UE tem plano para reduzir para metade mortes nas estradas até 2020

 

A Comissão Europeia apresentou, hoje, em Bruxelas, um plano de acção com vista a reduzir para metade o número de mortes nas estradas europeias até 2020, que pretende levar a cabo em estreita cooperação com os Estados-membros.

O plano de acção para os próximos dez anos define sete objectivos estratégicos:

• Melhorar as medidas de segurança aplicáveis aos veículos pesados e ligeiros

• Uma maior exigência na atribuição da carta de condução e formação dos condutores

• Um reforço do controlo de aplicação do código da estrada

• A construção de estradas mais seguras.

• Uma maior aposta dos "carros inteligentes"

• Desenvolvimento de acções dirigidas às lesões causadas por acidentes rodoviários

• Uma atenção renovada aos veículos motorizados de duas rodas Morrem cem pessoas por dia.

 

Na conferência de imprensa realizada hoje na sede do executivo comunitário para apresentar o plano de acção, o comissário europeu responsável pelos Transportes, Siim Kallas, sublinhou os progressos alcançados desde 2001 mas apontou que o número de mortos e feridos nas estradas europeias continua a ser "inaceitável": cerca de cem vítimas mortais por dia.

 

Em 2001, a Comissão traçou também a meta de reduzir para metade o número de mortes na estrada até 2010, e, embora não tenha alcançado o objectivo, considera que foram feitos "progressos significativos", já que o número de vítimas mortais baixou 36% no conjunto da União.

"Conseguimos salvar mais de 78 mil vidas", reclamou hoje o comissário Kallas.

De acordo com os dados da Comissão Europeia, o número de mortes na estrada por milhão de habitantes na UE baixou de 113 para 69.

 

Portugal foi dos Estados-membros que registou mais progressos, já que as vítimas mortais caíram mesmo para metade nesse período (50%), o terceiro valor mais elevado entre os 27, a par da Estónia e apenas superado por Letónia (54%) e Espanha (53%).

Ainda assim, Portugal é o quarto país da UE onde mais pessoas morrem em acidentes rodoviários -

- 163 mortes por milhão de habitante -, apenas atrás de Letónia (236), Lituânia (202) e Grécia (172). http://sic.sapo.pt/online/noticias/mundo/UE+tem+plano+para+reduzir+para+metade+mortes+nas+estradas+ate+2020.htm

 

Um morto e quatro feridos graves após embate de dois camiões num carro

 

Uma viatura ligeira de passageiros com cinco ocupantes foi atingida por um camião.

A violência do embate empurrou o carro para a faixa contrária para, segundos depois, ser novamente atingido por um segundo camião. Um homem morreu. Quatro foram para o hospital.

http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Lisboa&Concelho=Vila%20Franca 20de20Xira&Option=Interior&content_id=1627406

 

Abatimento - Trânsito reaberto na A8

O trânsito na Autoestrada 8 (A8) entre os nós de Tornada e Alfeizerão foi ao final da tarde de hoje reaberto nas quatro faixas de rodagem, informou a Autoestradas do Atlântico

As obras visaram ainda a estabilização e o enchimento do talude, bem como a reposição do pavimento, e levaram a empresa a, por questões de segurança, realojar temporariamente uma família cuja habitação se encontra próxima do talude.

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=179993

 

 

 

 

 

 

 

publicado por cambiantevelador às 01:25
link do post | sujerir | favorito
|

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds