Sexta-feira, 7 de Novembro de 2008

Sexo feminino tem menos acidentes...

 

 Sinistralidade por género.

A segurança rodoviária tem sido, nos últimos anos, uma prioridade nacional e uma constante preocupação de todos os Estados Membros da União Europeia.

 

O número de acidentes de viação tem diminuído nos últimos anos em Portugal, apesar de ainda se registarem muitas vítimas mortais e feridos graves nas nossas estradas.
 
Veja-se a este propósito o ano de 2007 que, de acordo com dados provisórios apresentados pelas entidades responsáveis, morreram em Portugal Continental 858 pessoas
em resultado de acidentes de viação, havendo ainda a registar
3090 feridos graves e 42.631 feridos leves.
 
Nesta conjuntura de redução de sinistralidade e do aumento de condutores em Portugal é importante destacar o aumento do número
de condutores do sexo feminino.
 
Neste contexto, é inquestionável o papel cada vez mais preponderante dos condutores do sexo feminino em ambiente rodoviário,
e uma conclusão facilmente se retira:
Enquanto o número de mulheres habilitadas a conduzir é cada vez mais elevado, como facilmente se constata do último relatório
do Observatório de Segurança Rodoviária datado de Março de 2007,
a sinistralidade rodoviária tem vindo a diminuir em Portugal.
 
Assim, se analisarmos e compararmos este crescimento com o fenómeno da sinistralidade rodoviária, verificamos que foram os
condutores do sexo feminino quem menos intervieram em acidentes de viação.
 
Por exemplo no ano de 2006 intervieram em acidentes de viação
13.617 condutores do sexo feminino contra
42.209 do sexo masculino.
 
Mas não se pense que tal facto é essencialmente devido ao número mais elevado de condutores do sexo masculino.
 
Na verdade, verificamos que a percentagem mais elevada de condutores em Portugal situa-se entre os 25 e os 44 anos de idade sendo, curiosamente, neste período etário que a percentagem de homens e mulheres habilitadas a conduzir é muito próxima:
 
Os condutores do sexo masculino com uma percentagem de
55,9 % e do sexo feminino com 44,1 %.
 
Esta diferença acaba por se reflectir nos números de vítimas mortais e de feridos graves do sexo feminino e do sexo masculino.
No caso das vítimas mortais a disparidade ainda é maior, de totais de
39 mulheres para 507 homens em 2006.
 
Em síntese, os condutores masculinos envolvem-se em mais acidentes do que as condutoras mulheres,
mesmo tendo em conta o número de condutores homens e mulheres.
 
Esta diferença é ainda mais acentuada quando se contabilizam as vítimas mortais entre os condutores, por género.
 
O que indicia uma menor propensão para comportamentos de elevado risco pelas mulheres, como velocidades muito elevadas, manobras perigosas, etc.

Se esse comportamento é motivado apenas por diferenças culturais e pelos papeis sociais tradicionalmente atribuídos ou se também faz parte das características intrínsecas do homem e da mulher é uma discussão que fica em aberto.
Fonte: Zona-S recomenda-se.
 
 
- As mulheres chegam mesmo a ter seguros no mercado que dão pelo nome de "Mulher Condutora", especialmente criados para elas.
- Evolução social ou discriminação?
 
Só para quem tem sentido de humor:
http://www.youtube.com/watch?v=hIuprWXwTVk
 
publicado por cambiantevelador às 22:17
link | sujerir | favorito

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds