Sábado, 30 de Maio de 2009

Radares e "Chips"...

 

 

 

Radares da VCI não estão a multar aceleras
 
2009-05-07
Infracções estão sem processamento desde finais de 2007
 
Desde o final de 2007 que as infracções detectadas pelos radares da VCI, no Porto, não são processadas. Na prática, quem ultrapassa o limite de 90 quilómetros por hora não é multado. Alguns avisos luminosos já nem funcionam em condições…
 
Estradas de Portugal (EP), Instituto de Infra-Estruturas Rodoviárias (InIR) e AEDL (concessionária da via, liderada pela Brisa) dizem que o dispositivo não faz parte das suas competências. A Autoridade Nacional para a Segurança Rodoviária (ex-Direcção Geral de Viação), através do vice-presidente, Luís Miguel Farinha, diz que apenas lhe cabe "proceder à instrução dos processos de contra-ordenação com base nos autos que lhe são remetidos".
 
O levantamento dos autos é feito por quem gere o sistema, explica, não precisando qual a entidade responsável pelos radares da VCI…
 
Lino Ferreira, vereador do Urbanismo e da Mobilidade da Câmara do Porto, recorda que foi em meados de 2007 que a EP solicitou à Autarquia a reabertura do processo dos radares, uma vez que a VCI ia ser concessionada…
 
"Trata-se de equipamentos instalados para detecção de infracções ao Código de Estrada. Esta não é uma matéria da competência do Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, mas das entidades que fiscalizam o trânsito e o cumprimento do Código de Estrada", afirmou, contudo, o InIR. A matéria seria da alçada da Administração Interna. O Ministério remeteu o assunto para a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.
 
A AEDL, concessionária da VCI, garantiu que o contrato não inclui a operação e manutenção dos equipamentos de controlo da velocidade.
 
http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Porto&Concelho=Porto&Option=Interior&content_id=1223828
 
 
Mais cem
Governo avança com a instalação de mais cem radares para controlar excesso de velocidade
14 De Maio de 2009
Lisboa, 14 Mai (Lusa) - O ministro da Administração Interna anunciou hoje que haverá "brevemente" um reforço da fiscalização com a colocação de mais cem radares nas estradas, adiantado, no entanto, que a actual taxa de alcoolemia se manterá nos limites actuais.
A decisão do executivo de reforçar a instalação de radares foi comunicada por Rui Pereira em conferência de imprensa, depois de o Conselho de Ministros ter aprovado a nova estratégia nacional de segurança rodoviária (2008/2015).
De acordo com o ministro da Administração Interna, "brevemente", serão instalados "aparelhos de medição para prevenção do excesso de velocidade".
http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9673220.html
 
Comprar ‘chip’ das matrículas só será obrigatório em 2010
18/05/09 Os automobilistas portugueses só deverão ser obrigados a adquirir o 'chip' das matrículas a partir de 2010.
Hoje foram publicados vários decretos-lei relativos ao DEM (dispositivo electrónico de matrículas) e ao SIEV – Sistema de Identificação Electrónica de Veículos, vulgarmente conhecido por ‘chip’ das matrículas, mas a contagem para a obrigatoriedade da compra destes equipamentos ainda não é agora que começa.

O Económico apurou junto de fonte oficial do Ministério das Obras Públicas que essa contagem só se iniciará após a publicação de uma portaria regulamentar que estabelecerá as especificações técnicas desse aparelho (DEM) …
 
Após a publicação dessa portaria, iniciar-se-á um prazo de seis meses em que os automobilistas poderão ter acesso gratuito ao DEM. Se a referida portaria regulamentar for publicada em Junho, os portugueses terão até Dezembro deste ano para obter gratuitamente o novo equipamento. Portanto, só a partir de 2010 é que deverá ser obrigatório comprar o ‘chip’, cujos preços também ainda não foram estabelecidos.
 
http://economico.sapo.pt/noticias/comprar-chip-das-matriculas-so-sera-obrigatorio-em-2010_10683.html
 
 
Identificar matrículas
Reino Unido cria rede de câmaras para vigiar estradas
 
 
O Governo britânico está a desenvolver uma mega rede de câmaras de vigilância nas estradas do Reino Unido, destinada a monitorizar e identificar automaticamente as matrículas dos automóveis
 
A informação é avançada pela (LINK) - BBC, que revela que a rede deverá entrar em funcionamento dentro de meses.
 
Através destes dispositivos, ligados a um computador central, as autoridades de Inglaterra, País de Gales e Escócia poderão partilhar informação, que defendem poderá ser útil no combate ao crime. Apesar de algumas das câmaras estarem já activas, vários críticos acusam o governo britânico de estar a implementar um projecto secreto e sem regulação própria.
 
Em declarações à estação britânica, um responsável policial da região de Kent revelou que desde que a polícia local começou a utilizar esta tecnologia, o número de detenções aumentou 40 por cento.
Já um dos coordenadore
s da rede, John Dean, defende que esta «é a melhor ferramenta inteligente da polícia», permitindo actuar «em áreas tão diferentes, desde a redução de crime ou detecção de crimes até à segurança rodoviária e tudo o resto».
 
Contudo a rede nem sempre poderá funcionar como defendem os seus responsáveis. A BBC apresenta o caso de um reformado, que por participar em manifestações contra a guerra, viu o seu automóvel ir parar a uma lista negra de supostos criminosos do sistema.
Dias mais tarde, numa viagem a Londres, John Catt foi mandado parar por uma unidade anti-terrorista e interrogado.
 
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Tecnologia/Interior.aspx?content_id=136302
 

Segurança rodoviária
SMS alertam para controlos de velocidade e de álcool
 
Os condutores portugueses já têm ao seu dispor um serviço de alerta por SMS, que indica a localização de controlos de velocidade e de álcool
 
Com o intuito de reforçar a segurança e prudência dos condutores portugueses, a ETRi, empresa belga especializada em serviços de valor acrescentado, lançou em Portugal um serviço informativo de alertas por SMS.
 
Através da adesão ao serviço (Link) RADAR 4554, «os condutores passam a receber informação sobre a localização aproximada de controlos de velocidade e de álcool, recordando a necessidade de conduzir com precaução e com o total respeito pelas normas de circulação rodoviária», divulga a empresa.
 
As informações disponibilizadas são enviadas pelos próprios subscritores do serviço. Em vista está o estabelecimento de parcerias entre a ETRi e associações de Táxis, empresas de transportes, o que, segundo a empresa, permitirão «aos subscritores regressarem a casa em segurança».
A subscrição do serviço tem um custo unitário de 0,72 euros (IVA incluído).
 
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Tecnologia/Interior.aspx?content_id=136405
 
 
 Ficção – Futuro próximo
 
 - Num futuro próximo, através do ‘chip’da matrícula, o excesso de velocidade detectada pelo radar fará imediatamente a transacção bancária para o pagamento da multa, isto se, o condutor através de um serviço de alerta (pago) por SMS não recebeu a mensagem de aviso, poderá receber uma a informar que a multa está paga, tudo automaticamente e quase sem policia de trânsito.
 
Filosofia Murphy  
Sorria. Amanhã será sempre pior.
 
 
 
publicado por cambiantevelador às 22:10
link do post | sujerir | favorito
Terça-feira, 26 de Maio de 2009

Auto-estradas e combustíveis...

 

Painéis nas auto-estradas têm os mesmos preços
 
Quatro anos depois de o Governo ter imposto a afixação de painéis nas auto-estradas com os preços dos combustíveis, alguns já estão a funcionar mas com os preços iguais, constatou a agência Lusa…
 
«O objectivo [da medida] era ter um conhecimento dos preços. Mas [os painéis] até geram uma vantagem: ao fim de tantos anos a sabermos os preços dos combustíveis, estamos agora a detectar que muitos são iguais. A vantagem foi alertar os consumidores para isto», acrescentou Fernando Serrasqueiro.
 
Na auto-estrada A1, por exemplo, são vários os painéis afixados a alguma distância do posto de abastecimento que indicam o mesmo preço para o gasóleo e para a gasolina sem chumbo 95, os combustíveis mais vendidos no mercado.
 
Quando o Governo aprovou, em Conselho de Ministros, o Decreto-Lei sobre esta medida, em Agosto de 2005, Fernando Serrasqueiro explicou o seu alcance: proteger os consumidores, que assim poderiam «escolher o preço mais barato»
 
Uma pesquisa na página da Direcção Geral de Geologia e Energia (DGGE), que desde há meses lista os preços nas várias bombas, confirma, numa escala maior, que os preços nas auto-estradas quase não variam de marca para marca...
 
O Decreto-Lei que impunha a afixação dos painéis foi aprovado a 3 de Agosto de 2005 e especificava que nas auto-estradas seria obrigatório colocar um painel antes das estações de serviço, com os valores praticados nas três bombas seguintes.
 
O diploma visou dar cumprimento a uma deliberação de 2004 da Autoridade da Concorrência (AdC) e na altura, Fernando Serrasqueiro considerou que as novas regras permitiriam aos consumidores verificar se haveria ou não diferenças de preço entre as gasolineiras.
 
No seu relatório sobre o mercado dos combustíveis líquidos, apresentado a 21 de Abril, a AdC concluiu que não existiam indícios de concertação (cartelização) na formação dos preços.
 
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=134991 
  
Deus criou, provavelmente, os imbecis para os inteligentes lamentarem menos a vida”.
Alexandre Dumas (Filho)
 
 
publicado por cambiantevelador às 23:55
link do post | sujerir | favorito
Domingo, 24 de Maio de 2009

Fórmula 1...

 

McLaren excluída de três provas com pena suspensa 29-04-2009
 
O Conselho Mundial do Desporto Automóvel puniu hoje a McLaren-Mercedes com a exclusão em três Grandes Prémios de Fórmula 1, mas suspendeu a pena devido à "forma aberta e honesta" como o director da equipa se dirigiu ao organismo.
Num comunicado divulgado após a reunião extraordinária realizada em Paris, a Federação Internacional do Automóvel (FIA) anunciou que a equipa do campeão do Mundo, Lewis Hamilton, só será efectivamente penalizada se surgirem novas provas ou se nos próximos 12 meses violar de novo o artigo 151c do Código Desportivo Internacional.

O português António Vasconcelos Tavares, membro permanente do Conselho Mundial do Desporto Automóvel (WMSC), adiantou à Agência Lusa que Lewis Hamilton foi, por seu turno, castigado com "pena pedagógica de três dias de trabalho voluntário em campanhas de prevenção rodoviária"
http://motores.sapo.pt/artigo/10375
Renault ameaça abandonar a F1 em 2010 13-05-2009
 
A Toyota, Red Bull, Toro Rosso e Ferrari já o tinham feito, e agora é a vez da Renault anunciar que não participará no Mundial de Fórmula 1 da próxima época se a Federação Internacional Automóvel (FIA) mantiver as alterações ao regulamento, segundo a noticia avançada pelo jornal "L`Equipe".
À semelhança do que aconteceu com as restantes equipas, também a equipa francesa põe em causa os actuais tectos orçamentais previstos para cada temporada…
http://motores.sapo.pt/artigo/10433

Briatore: "As regras somos nós que as ditamos" 15/05/2009 
Flavio Briatore, patrão da Renault F1, foi ontem mais cordial, depois de ter anunciado que a equipa abandonaria o campeonato caso as novas regras criadas pela Federação Internacional do Automóvel entrem em vigor.

Apesar disso, Briatore garante que "as equipas não querem romper com a FIA, querem continuar e preservar o futuro".

http://infordesporto.sapo.pt/Informacao/Modalidades/DesportosMotorizados/noticiadespmotorizados_autf1briatoredec_150509_631696.asp

Ferrari pôs a FIA e as regras de F1 em tribunal 16/05/2009 
 
A Ferrari adiantou-se à reunião infrutífera entre os construtores (FOTA), a empresa detentora dos direitos (a FOM, de Bernie Ecclestone) e a Federação Internacional do Automóvel (FIA) e decidiu levar a nova regulamentação da Fórmula 1 aos tribunais….

http://infordesporto.sapo.pt/Informacao/Modalidades/DesportosMotorizados/noticiadespmotorizados_autf1ferraritribulal_160509_632192.asp
 
Ferrari: «Não vamos correr na Fórmula 3» 21-05-2009
 
O Presidente da Ferrari, Luca de Montezemelo, reagiu com sarcasmo à decisão do tribunal de alta instância de Paris, que recusou, esta quarta-feira, a providência cautelar interposta pela Ferrari para suspender a aplicação do regulamento de 2010 da FIA.
Montezemelo acusa a FIA de estar a tentar transformar a F1 numa competição menor ao impor um limite orçamental nas regras da próxima temporada e utilizou o sarcasmo ao garantir que a Ferrari pode estar de saída da categoria…
 
http://motores.sapo.pt/artigo/10491
 
Ecclestone: «Não queremos perder a Ferrari»21 Maio de 2009
 
Bernie Ecclestone, detentor dos direitos comerciais da F1, não está nada satisfeito com o resultado do braço-de-ferro entre a FIA e a Ferrari quanto ao regulamento de 2010, que já levou a equipa italiana a afirmar que não vai fazer a inscrição e a recorrer aos tribunais…
"Desde que a F1 começou houve mais de 70 equipas que entraram e sairam. A única que foi consistente foi a Ferrari, porque estiveram presentes desde o primeiro dia. Portanto, não queremos perder a Ferrari", acrescentou.
 
http://www.record.pt/noticia.aspx?id=54d5c6dd-8d7a-4a05-8013-32fd511e824a&idCanal=00000100-0000-0000-0000-000000000100
 
FIA disponível para renegociar limite até 54 milhões 21 Maio de 2009
Tribunal de Grande Instância de Paris deu ontem razão à Federação Internacional do Automóvel, após acção intentada pela Ferrari. Equipa  italiana admite recorrer, mas acordo entre as partes ainda é uma hipótese…
 
Entretanto, o Tribunal de Grande Instância de Paris deu ontem "carta branca" à Federação Internacional do Automóvel para avançar com a intenção de impor um limite de 44 milhões de euros para investimento das equipas no que diz respeito ao Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2010…
 
Face à posição assumida pelo Tribunal de Grande Instância de Paris, que indeferiu a acção intentada pela Ferrari, os responsáveis pela escuderia transalpina estão já a equacionar a possibilidade de apresentação de recurso da decisão, sendo que reforçaram, ontem, a ameaça de retirada da Fórmula 1…
 
http://dn.sapo.pt/desporto/motores/interior.aspx?content_id=1239209
 
 Sociedade de culto ao automóvel.
 
-  A importância do desenvolvimento da tecnologia na Fórmula 1, numa sociedade de culto ao automóvel.
 
 A concorrência (leal) onde todos gastem o mesmo e tenham níveis de equipamento idênticos será provavelmente mais justo. No entanto, a Fórmula 1 é tecnologia pura, é potência, e isso custa dinheiro.
 
 Medidas que incentivem a criatividade, em busca de alternativas para motores mais evoluídos e que se encaixem nas restrições de um orçamento, também não deixam de ser interessantes em tempos de crise.
 
 Mas qual deve ser o limite? Esta é sem dúvida uma questão delicada. Deverá o limite ser fixo pela questão técnica, com debate e participação de quem faz o espectáculo, ou, desta forma “nivelar por baixo” o desenvolvimento da tecnologia?
 
 Limitar as evoluções técnicas, também será problemático. A limitação das rotações dos motores, por exemplo, podendo tirar ao motor (que é pura geometria) o seu papel principal, deixa a Fórmula 1 mais pobre.
 
 Impedir os testes e não incentivar a individualidade dos projectos que preservem certas características, que são a essência da Fórmula 1, também travam o desenvolvimento da tecnologia.
 
 A Fórmula 1 passou a ser um palco de desenvolvimento tecnológico.
Ou seja, na busca para fazer um carro mais rápido, mais estável, mais econômico, etc, muitas empresas acabam por desenvolver tecnologias fora da competição.
 
 Assim, apesar de muitos fãs apaixonados pela Fórmula 1 como um desporto, serve também como laboratório, onde, engenheiros, projectistas, mecânicos, etc, fazem testes e desenvolvem tecnologia para ser utilizada nos automoveis do “dia-a-dia”, contribuindo dessa forma para uma melhor segurança rodoviária.
 
 “Progresso de ontem, rotina de amanhã”.
Valtour
 
 
 
publicado por cambiantevelador às 00:00
link do post | sujerir | favorito
Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

Colóquio...

 

- Para quem pretenda ficar com uma visão mais abrangente e mais nítida da realidade da sinistralidade rodoviária em Portugal, aqui fica informação complementar ao ”post”:
 
http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/53188.html
 
Colóquio Interdisciplinar de:
Organização: ACA-M e Mestrado em Risco, Trauma e Sociedade - ISCTE
Com o apoio de: Liberty Seguros, BTLS-Portugal, Cruz Vermelha Portuguesa, Fundação para a Ciência e Tecnologia e CR&M.
Contactos: Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados, Tel: 217801997, Tlm: 931406941, e-mail: aca-m@aca-m.org
 
…A sinistralidade rodoviária é acidental ou um fenómeno de natureza epidémica? Qual a relação entre risco praticado, risco percebido e risco esperado? As patologias e o stress decorrentes de um trauma rodoviário são, ou não, equivalentes ao trauma em situação de guerra?
 
Estas são algumas das questões que o Colóquio Interdisciplinar sobre Risco e Trauma Rodoviário em Portugal procurará responder, nos dias 23 e 24 de Abril de 2009.
 
http://mrts.da.iscte.pt/coloquioriscoetraumarodoviario/
 
Actas Audiovisuais do Colóquio Interdisciplinar "Risco e Trauma Rodoviário em Portugal: Perspectivas de Análise", realizado nos dias 23 e 24 de Abril no ISCTE, estão disponíveis online em:
 
http://mrts.da.iscte.pt/coloquioriscoetraumarodoviario/
 
1º PAINEL – RISCO RODOVIÁRIO E ACIDENTOLOGIA
Moderação: Manuel João Ramos (ISCTE)
(origem fidedigna)[abertura.wmv]
 
Modelização informática de conflitos emergentes no meio rodoviário, Major António Leal (GNR) [Leal.wmv]
Sinistralidade rodoviária: Virtudes e falhas do seu registo estatístico, António Gomes Belo (DGSP) [Belo.wmv]
Grupos de risco no meio rodoviário: o caso de Lisboa, João Pinheiro (PSP) [Pinheiro.wmv]Resumo: Manuel João Ramos (ISCTE) [Resumo.wmv]
Mesa Redonda: Risco e homeostase
Bruno Brito (GNR) [Brito.wmv]; Rodolfo Soares (MRTS-ISCTE) [Soares.wmv]; Ana Rita Moreira (FCSH-UNL) [Moreira.wmv]
Debate: [Debate.wmv]
2º PAINEL – TRAUMA RODOVIÁRIO: DA EMERGÊNCIA À RECUPERAÇÃO
Moderação: Filomena Araújo (FCM/UNL)
Emergência médica: problemáticas da assistência às vítimas de trauma rodoviário, Pedro Lavinha (INEM) [Lavinha.wmv]
PSPT em vítimas de acidentes rodoviários, Tânia Pires (IEP/Universidade do Minho) [Pires.wmv]
A importância da abordagem multidisciplinar na recuperação da vítima de trauma rodoviário, Beatriz Condeça (Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão) [Condeca.wmv]
Debate: Luísa Lima (ISCTE) [Debate.wmv]
Mesa Redonda: Trauma, Stress e culpa
Maria João Martins (MRTS-ISCTE) [Martins.wmv]; Maria Emília Agostinho (Nossa Âncora) [Agostinho.wmv]; Alexandra Marques Pinto (FPCE - UL) [Pinto.wmv]
Debate: [Debate.wmv]
3º PAINEL – PREVENÇÃO DO RISCO RODOVIÁRIO
Moderação: Manuel João Ramos (ISCTE)
Formar ou sensibilizar para a segurança rodoviária, Luís Escudeiro (EMSDrive) [Escudeiro.wmv]
Avaliação da formação avançada para a condução reactiva em Portugal, António Macedo (CR&M) [Macedo.wmv]
A importância do meio viário na redução de riscos na condução, Mário Alves (Especialista em Transportes e Mobilidade) [Alves.wmv]
Debate: Nuno Salpico (CSMagistratura / OSEC) [Debate.wmv]
Programa de demonstração de meios de prevenção e socorro à vítima de acidente rodoviário, no Átrio exterior do ISCTE (com a colaboração do BTLS - Portugal, da Academia de Condução Segura e da CR&M – Formação Activa de Condução) [1 - BTLS.wmv, 2 - BTLS.wmv, 3 - CRM.wmv, 4 - CRM.wmv, 5 - Cart.wmv, 6 - Cart.wmv, 7 - CVP.wmv]
 
“O ser humano deve poder tudo, e nada dever. Pouco havia, de facto, de que não se visse capaz. Não esperava ter êxito em tudo quanto fizesse, e amiúde as coisas não resultavam. Mas nunca lhe faltava aptidão”.
George Groddeck
 
 
publicado por cambiantevelador às 22:49
link do post | sujerir | favorito
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009

Aparelhos na condução...

 

Envio de SMS provocou acidente de comboio
Trágico embate entre duas composições causado por erro humano
 
O trágico acidente entre dois comboios em Los Angeles, que provocou a morte de 25 pessoas, pode ter sido causado pelo envio de uma mensagem SMS, segundo relata a agência EFE.
 
Isto porque o condutor do comboio de passageiros não se apercebeu de ter passado um sinal vermelho quando enviava uma mensagem de telemóvel a um amigo. A experiência de dez anos não evitou o erro humano.
 
Um jovem entusiasta de caminhos-de-ferro disse à rádio KCAL e à televisão CBS2 que um minuto antes do acidente o condutor enviou-lhe uma SMS para o telemóvel, comentando o trajecto que estava a seguir. Tratava-se de um costume entre um grupo de adolescentes que tinha o hábito de comunicar com o maquinista.
 
«Devemos reconhecer que foi um condutor da Metrolink que cometeu o erro, causando o acidente», reconheceu o porta-voz da empresa pouco depois, comentando a tese agora apresentada: «Não posso acreditar que alguém esteja a escrever uma mensagem de telemóvel enquanto conduz um comboio».
 
http://diario.iol.pt/internacional/los-angeles-comboio-sms/990766-4073.html
 
Condenada a 21 meses de prisão por estar a enviar SMS’s enquanto conduzia.
 
O Tribunal de Bury St Edmunds, em Suffolk, no Reino Unido, condenou uma mulher a 21 meses de prisão depois de ter provocado um acidente mortal por estar a enviar SMS’s enquanto conduzia…depois de ter embatido, a 70 Km/h, contra um carro estacionado enquanto escrevia uma mensagem de texto no seu telemóvel.
 
A colisão matou o motorista da outra viatura, que estava a trocar um pneu furado. Após o impacto, o veículo de Philippa Curtis despistou-se e chocou contra outras duas viaturas.
Philippa Curtis admitiu que envia mensagens enquanto conduz, mas negou que o estivesse a fazer no momento do acidente. Contudo, o tribunal afirma que a mulher recebeu e enviou 20 SMS momentos antes da colisão.
 
http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&sl=en&u=http://www.dailymail.co.uk/news/article-1098616/Death-crash-text-woman-warned-Youre-going-jail.html&ei=hJwQSoieMIiNjAebmZGwBg&sa=X&oi=translate&resnum=8&ct=result&prev=/search%3Fq
%3DPhilippa%2BCurtis%26hl%3Dpt-PT%26rlz%3D1T4GGLR_enPT310PT311
 
Videojogo alerta para perigos de sistemas de alta voz ao volante
 
O Governo do Reino Unido criou um videojogo on-line destinado a sensibilizar os jovens para os perigos de conduzir enquanto alguém fala com eles. O objectivo é evitar a utilização de sistemas de alta voz ao volante.
 
A ideia da campanha Think partiu do Departamento dos Transportes britânico, que pretende alertar os utilizadores para os perigos de utilizar o telemóvel enquanto conduzem.
Segundo dados divulgados pelo organismo, no Reino Unido, 30 por cento dos jovens automobilistas admite enviar SMS ao mesmo tempo que conduzem
 
Para o Departamento dos Transportes esta nova campanha serve para alertar para os perigos que podem representar a utilização de sistemas de alta voz ou mesmo o GPS para uma condução atenta. O jogo encontra-se disponível neste link.
 
http://www.dft.gov.uk/drivingchallenge/
 
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Tecnologia/Interior.aspx?content_id=134015

Proposta proíbe todos os condutores de usarem telemóvel
 
Por 107 votos a favor e 47 contra, a Câmara dos Representantes de
Massachusetts aprovou a proposta de lei 4.447, que restringe o uso de telemóveis quando se conduz veículos.

A proposta transitou para o Senado e, se vier a ser aprovada, Massachusetts
juntar-se-á a outros seis estados que limitam o uso de telefones celulares
em automóveis… está presentemente a debater lei semelhante que
proíbe o envio de mensagens escritas, mas admite uso do telemóvel.
 
A proposta proíbe todos os condutores de usarem telemóvel enquanto conduzem,
mas permite condutores com mais de 18 anos a utilizarem telemóveis desde
tenham auriculares e mantenham as mãos livres. Condutores com menos de 18
anos estão proibidos de usar qualquer tipo de telemóvel.
 
http://www.portuguesetimes.com/Ed_1910/Comuni/co03.htm
 
http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.iihs.org/&ei=-wQGSvmQEIjUjAfFu_XdBA&sa=X&oi=translate&resnum=2&ct=result&prev=/search%3Fq%3Dcrashes%2Btruks%2Bwigwaey%26hl%3Dpt-BR
 
 
 CÓDIGO DA ESTRADA – PORTUGUÊS 
Artigo 84.º
Proibição de utilização de certos aparelhos
 
1 - É proibido ao condutor utilizar, durante a marcha do veículo, qualquer tipo de equipamento ou aparelho susceptível de prejudicar a condução, nomeadamente auscultadores sonoros e aparelhos radiotelefónicos.
2 - Exceptuam-se do número anterior:
a) Os aparelhos dotados de um auricular ou de microfone com sistema de alta voz, cuja utilização não implique manuseamento continuado;
b) Os aparelhos utilizados durante o ensino da condução e respectivo exame, nos termos fixados em regulamento.
3 - É proibida a instalação e utilização de quaisquer aparelhos, dispositivos ou produtos susceptíveis de revelar a presença ou perturbar o funcionamento de instrumentos destinados à detecção ou registo das infracções.
4 - Quem infringir o disposto no n.º 1 é sancionado com coima de (euro) 120 a (euro) 600.
5 - Quem infringir o disposto no n.º 3 é sancionado com coima de (euro) 500 a (euro) 2500 e com perda dos objectos, devendo o agente de fiscalização proceder à sua imediata remoção e apreensão ou, não sendo ela possível, apreender o documento de identificação do veículo até à efectiva remoção e apreensão daqueles objectos, sendo, neste caso, aplicável o disposto no n.º 5 do artigo 161.º
  Contém as alterações dos seguintes diplomas:
   - DL n.º 2/98, de 03/01
   - DL n.º 162/2001, de 22/05
   - Rect. n.º 13-A/2001, de 24/05
   - DL n.º 265-A/2001, de 28/09
   - DL n.º 44/2005, de 23/02
  Consultar versões anteriores deste artigo:
   -1ª versão: DL n.º 114/94, de 03/05
   -2ª versão: DL n.º 2/98, de 03/01
   -3ª versão: DL n.º 162/2001, de 22/05
   -4ª versão: Rect. n.º 13-A/2001, de 24/05
   -5ª versão: DL n.º 265-A/2001, de 28/09
 
 
“A única coisa mais difícil do que meter uma ideia nova na cabeça, é tirar a ideia antiga”
 Desconhecido
 

 

 

publicado por cambiantevelador às 00:44
link do post | sujerir | favorito
Sexta-feira, 15 de Maio de 2009

Código da Estrada e a bicicleta...

 

Código da Estrada - Selecção de artigos referentes à bicicleta
Artigo 31.º Cedência de passagem em certas vias ou troços
1 – Deve sempre ceder a passagem o condutor:
a) Que saia de um parque de estacionamento, de uma zona de abastecimento de combustível ou de qualquer prédio ou caminho particular;
c) Que entre numa rotunda.
2 - Todo o condutor é obrigado a ceder a passagem aos veículos que saiam de uma passagem de nível.
Artigo 32.º Cedência de passagem a certos veículos
4 – O condutor de um velocípede, de um veículo de tracção animal ou de animais, deve ceder a passagem aos veículos a motor, salvo nos casos referidos nas alíneas a) e c) do n.º 1 do artigo anterior.
5 - Quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com coima de € 120 a € 600.
Nota: as multas aplicáveis aos ciclistas são reduzidas para metade, nos seus valores, mínimo e máximo – Artigo 96.º
Estacionamento – para quem também anda de carro, tome nota dos seus direitos e deveres.
 
Artigo 49.º Proibição de paragem ou estacionamento
1 – É proibido parar ou estacionar:
d) A menos de 5 m antes e nas passagens assinaladas para a travessia de peões ou de velocípedes;
f) Nas pistas de velocípedes, nos ilhéus direccionais, nas placas centrais das rotundas, nos passeios e demais locais destinados ao trânsito de peões;
3 - Quem infringir o disposto no n.º 1 é sancionado com coima de € 30 a € 150, salvo se, tratar de paragem ou estacionamento nas passagens de peões ou de velocípedes e nos passeios, impedindo a passagem de peões, caso em que a coima é de € 60 a € 300.
 
Artigo 78.º Pistas especiais.
1 – Quando existam pistas especialmente destinadas a animais ou veículos de certas espécies, o trânsito destes deve fazer-se por aquelas pistas.
2 - É proibida a utilização das pistas referidas no número anterior a quaisquer outros veículos, salvo para acesso a garagens, a propriedades e a locais de estacionamento ou, quando a sinalização o permita, para efectuar a manobra de mudança de direcção no cruzamento ou entroncamento mais próximo.
3 - Nas pistas destinadas aos velocípedes é proibido o trânsito daqueles que tiverem mais de duas rodas não dispostas em linha ou que atrelarem reboque.
4 - Os peões só podem utilizar as pistas referidas no número anterior quando não existam locais que lhes sejam especialmente destinados.
5 - As pessoas que transitam usando patins, trotinetas ou outros meios de circulação análogos devem utilizar as pistas referidas no n.º 3, sempre que existam.
6 - Quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com coima de € 30 a € 150, salvo se se tratar do n.º 4, caso em que a coima é de € 10 a € 50.
 
Acessórios de segurança – capacete
Artigo 82.º Utilização de acessórios de segurança
5 - Os condutores e passageiros de velocípedes com motor e os condutores de trotinetas com motor, devem proteger a cabeça usando capacete devidamente ajustado e apertado.
6 - Quem não utilizar ou utilizar incorrectamente os acessórios de segurança previstos no presente artigo é sancionado com coima de € 120 a € 600, salvo se, se tratar dos referidos no n.º 5, caso em que a coima é de € 60 a € 300.

Nota: o uso do capacete não é obrigatório para os ciclistas “sem motor”
 
Artigo 85.º  Documentos de que o condutor deve ser portador
3 – Tratando-se de velocípede ou de veículo de tracção animal, o respectivo condutor deve ser portador de documento legal de identificação pessoal.
5 - Quem infringir o disposto no n.º 3 é sancionado com coima de € 30 a € 150.
 
Disposições especiais para velocípedes
Artigo 90.º Regras de condução
1 – Os condutores de motociclos, ciclomotores ou velocípedes não podem:
a) Conduzir com as mãos fora do guiador, salvo para assinalar qualquer manobra;
b) Seguir com os pés fora dos pedais ou apoios;
c) Fazer-se rebocar;
d) Levantar a roda da frente ou de trás no arranque ou em
circulação;
e) Seguir a par, salvo se transitarem em pista especial e não
causarem perigo ou embaraço para o trânsito.
2 - Os condutores de velocípedes devem transitar o mais próximo possível das bermas ou passeios, mesmo nos casos em que, no mesmo sentido de trânsito, sejam possíveis duas ou mais filas.
3 - Quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com coima de € 60 a € 300, salvo se, se tratar de condutor de velocípede, caso em que a coima é de € 30 a € 150.

Artigo 91.º Transporte de passageiros
2 – Os velocípedes só podem transportar o respectivo condutor, salvo se forem dotados de mais de um par de pedais capaz de accionar o veículo, caso em que o número máximo de pessoas a transportar corresponde ao número de pares de pedais.
3 - Exceptua-se do disposto no número anterior o transporte de crianças em dispositivos especialmente adaptados para o efeito, desde que utilizem capacete devidamente homologado.
4 - Quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com coima de € 60 a € 300.

Artigo 92.º Transporte de carga
1 – O transporte de carga em motociclo, triciclo, quadriciclo, ciclomotor ou velocípede só pode fazer-se em reboque ou caixa de carga.
2 - É proibido aos condutores e passageiros dos veículos referidos no número anterior transportar objectos susceptíveis de prejudicar a condução ou constituir perigo para a segurança das pessoas e das coisas ou embaraço para o trânsito.
3 - Quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com coima de € 60 a € 300.
Artigo 93.º Utilização das luzes
3 – Sempre que, nos termos do artigo 61.º, seja obrigatório o uso de dispositivo de iluminação, os velocípedes só podem circular com utilização dos dispositivos que, para o efeito, forem fixados em regulamento.
4 - Quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com coima de € 60 a € 300, se sanção mais grave não for aplicável.

Nota: para que não restem dúvidas, o ponto 1 do artigo 61.º define as Condições de utilização das luzes: “Desde o anoitecer ao amanhecer e, ainda, durante o dia sempre que existam condições meteorológicas ou ambientais que tornem a visibilidade insuficiente, nomeadamente em caso de nevoeiro, chuva intensa, queda de neve, nuvens de fumo ou pó (...)”

Artigo 94.º Avaria nas luzes
2 – Em caso de avaria nas luzes, os velocípedes devem ser conduzidos à mão.
3 – Quem infringir o disposto no n.º 2 é sancionado com coima de € 30 a € 150.
Sanções aplicáveis a condutores de velocípedes
Artigo 96.º Remissão
- As coimas previstas no presente Código são reduzidas para metade nos seus limites mínimo e máximo quando aplicáveis aos condutores de velocípedes, salvo quando se trate de coimas especificamente fixadas para estes condutores.
 
Equiparação ao trânsito de peões
Artigo 104.º Equiparação
É equiparado ao trânsito de peões:
b) A condução à mão de velocípedes de duas rodas sem carro atrelado e de carros de crianças ou de pessoas com deficiência;
c) O trânsito de pessoas utilizando trotinetas, patins ou outros meios de circulação análogos, sem motor;
d) O trânsito de cadeiras de rodas equipadas com motor eléctrico;
Classificação dos veículos - velocípedes
Artigo 112.º Velocípedes
1 – Velocípede é o veículo com duas ou mais rodas accionado pelo esforço do próprio condutor por meio de pedais ou dispositivos análogos.
2 - Velocípede com motor é o velocípede equipado com motor auxiliar eléctrico com potência máxima contínua de 0,25KW, cuja alimentação é reduzida progressivamente com o aumento da velocidade e interrompida se atingir a velocidade de 25km/h, ou antes, se o ciclista deixar de pedalar.
3 - Para efeitos do presente Código, os velocípedes com motor e as trotinetas com motor são equiparados a velocípedes.

Artigo 113.º Reboque de veículos de duas rodas e carro lateral
1 – Os motociclos, triciclos, quadriciclos, ciclomotores e velocípedes podem atrelar, à retaguarda, um reboque de um eixo destinado ao transporte de carga.
 
http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/46309.html
 
Inventores de bicicletas 
João Maio, 68 anos, dorme com um papel e um lápis para durante a noite registar ideias para novas bicicletas, soluções para quem tem limitações físicas. A uma delas chamou-lhe "cavalo"….
Mais importante que o dinheiro, diz, é a "alegria de inventar, de criar bicicletas que melhorem a vida das pessoas"…
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Gente/Interior.aspx?content_id=1221926
 
Nuno Fernandes, Outubro de 2008 terminou a última invenção. Uma bicicleta ecológica capaz de produzir energia.
http://www.cenasapedal.com/blog/tag/inventos/
 
     Gadget
     È uma bicicleta?
 
 
Blogs sobre mobilidade sustentável
 
 
"Os passos não conduzem simplesmente ao objectivo; cada passo é um objectivo".
Alain
 
 

 

publicado por cambiantevelador às 19:43
link do post | sujerir | favorito
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Operações Rodoviárias...

 

Operações rodoviárias
 
A PSP deteve nos últimos quatro dias 103 pessoas em operações realizadas na região de Lisboa, 42 das quais por falta de carta de condução e 27 por excesso de álcool no sangue.
 
A PSP explicou que nas sete operações que realizou nos últimos quatro dias, designadamente rodoviárias, deteve ainda sete pessoas por tráfico de estupefacientes e seis por roubos vários, entre eles viaturas e estabelecimentos.
 
Quatro mulheres e um homem sofreram ontem ferimentos ligeiros, na sequência da colisão entre as duas viaturas onde seguiam. O acidente ocorreu na EN3…
 
http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Set%FAbal&Concelho=Seixal&Option=Interior&content_id=1221571

 
Acidente de viação faz um morto e dois feridos
 
Uma mulher morreu e outras duas ficaram feridas com gravidade, na sequência de uma colisão entre dois veículos ligeiros na estrada nacional 9, entre Runa e Matacães, no concelho de Torres Vedras…
 
"O acidente ocorreu a seguir a uma curva e uma das viaturas saiu fora de mão e foi colidir com a outra"… As causas do acidente estão por apurar…
 
http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Lisboa&Concelho=Torres%20Vedras&Option=Interior&content_id=1228289
 
Acidente de viação faz dois feridos
 
Um despiste de um automóvel na Estrada Interior da Circunvalação, na zona do Amial, no Porto, feriu dois homens de 18 e de 55 anos…
 
http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Porto&Concelho=Porto&Option=Interior&content_id=1228672
 
Acidente com tractor mata sexagenário
 
Um homem, de 63 anos, morreu,  este sábado à noite, esmagado pelo tractor que conduzia, numa estrada secundária da freguesia de Fontoura, Valença…
 
Fonte dos bombeiros de Valença informou que se tratou de um despiste seguido de capotamento no lugar de Bárrio, Fontoura, que o condutor terá ficado por baixo do tractor e que este terá sido encontrado já em paragem cardiorespiratória, vindo a falecer no Centro de Saúde de Valença, para onde foi transportado…
 
http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Viana%20do%20Castelo&Concelho=Valen%E7a&Option=Interior&content_id=1227852
 
Treze feridos em dois acidentes com idosos
 
 
Duas colisões, envolvendo veículos de transporte de idosos, marcaram a manhã de sexta-feira nas estradas dos distritos de Leiria e Santarém. As vítimas, 13 pessoas, das quais 11 são idosos, sofreram apenas ferimentos ligeiros…
 
Não foram reveladas por estarem ainda em investigação
 
A viatura – uma Ford Transit - do Centro de Dia de Biscainho transportava as vítimas…
 
Mais de uma hora depois, na Guia, concelho de Pombal, uma outra colisão provocou seis feridos ligeiros, dos quais cinco são idosos. Viajavam numa carrinha de nove lugares do Centro Social e Paroquial Maria Stella, da Guia…
 
http://jn.sapo.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=1226333
 
Acidente no IC2 provoca um morto
 
Uma colisão entre dois automóveis no IC2 provocou, ao final da tarde de ontem, um morto e três feridos ligeirosVeja o vídeo.
 
http://jn.sapo.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=1228730
  
Acidente com autocarro faz sete feridos, três em estado grave
 
Um acidente com um autocarro nos Olivais, em Lisboa, fez sete feridos, três dos quais em estado grave, disse à agência Lusa uma fonte do INEM. A carreira afectada é a 28, que liga o Restelo à Portela. A Carris vai abrir um inquérito interno…
 
O sinistro envolveu um autocarro de 1995 que fazia a carreira 28 (Restelo-Portela). A Carris promete abrir «de imediato» um inquérito interno para apurar as causas do acidente, noticia o Público.Lusa/SOL
 
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=134308
 
Autocarro com 25 alunos despista-se no Alentejo
 
Um autocarro escolar que transportava 25 estudantes da Escola Básica São João Batista, de Campo Maior, despistou-se, ao início da tarde, tendo provocado um ferido ligeiro…
 
http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Portalegre&Concelho=Campo%20Maior&Option=Interior&content_id=1226094
 Travagem projectou mulheres para o asfalto
 
Nove feridos em acidente com autocarro da Carris que perdeu rodas
 
 
O desprendimento de duas rodas traseiras de um autocarro da Carris, esta quinta-feira, em Lisboa, provocou nove feridos. Três deles, do sexo feminino, foram atirados com violência para a estrada pela travagem repentina do veículo…
 
Segundo Raquel Leal, do gabinete de comunicação do INEM…"Visto tratar-se de um acidente com multivítimas foram accionados os meios para esse tipo de cenário, onde se inclui a viatura de intervenção em catástrofe (VIC)", explicou a porta-voz.
 
As vítimas projectadas – com 18, 19 e 52 anos - sofreram pequenos cortes e diversos traumatismos. A mais jovem ainda foi atingida por um carro que seguia atrás do autocarro e que lhe provocou um traumatismo craniano…
 
Vítor Pereira, da Federação dos Sindicatos de Transportes Rodoviários e Urbanos, admitiu que irão ser pedidas explicações à empresa sobre o incidente.
 
"Não podemos criticar o trabalho dos colegas da manutenção mas a Carris tem vindo a diminuir o número de oficineiros, o que se traduz numa sobrecarga de trabalho", sublinhou.
 
Acidente de viação causa um morto
 
Um acidente de viação na manhã desta quarta-feira, no Barreiro, causou a morte imediata a um motociclista de 49 anos…"O indivíduo na moto ficou preso entre um autocarro e um camião em circunstâncias que ainda não foi possível apurar. O acidente aconteceu cerca das 10:00 e o motociclista, de 49 anos, teve morte imediata, tendo a mota se incendiado depois o camião lhe passar por cima", disse à Lusa fonte da PSP.
 
 O acidente aconteceu na estrada que fica situada entre o Hospital do Barreiro e uma escola secundário do concelho, num dos principais acessos ao centro da cidade, que acabou por ser cortada devido ao acidente, o que causou alguns problemas de trânsito.
 
http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Set%FAbal&Concelho=Barreiro&Option=Interior&content_id=1223552
 
Despiste de veículo pesado provoca um morto
 
O ajudante do condutor de um camião de transporte de cereais morreu quando o veículo onde seguia se despistou, cerca do meio-dia, na estrada municipal de Vale de Guizo, em Alcácer do Sal…
 
http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Set%FAbal&Concelho=Alc%E1cer%20do%20Sal&Option=Interior&content_id=1223536
 
Português condenado a cadeia devido a acidente de viação sob efeito de álcool
 
Miguel Lúcio, que actualmente reside e trabalha em Inglaterra, foi ainda condenado ao pagamento de diversas multas pelo desrespeito de regras de trânsito.
 
Um jovem português residente em Macau foi condenado a prisão efectiva de um ano e três meses em consequência de um acidente de viação em 2006, onde embateu contra dois polícias, quando conduzia sob o efeito de álcool.
 
Na decisão do Tribunal, proferida quinta-feira no Tribunal Judicial de Base de Macau, Miguel Lúcio, que actualmente reside e trabalha em Inglaterra, foi ainda condenado ao pagamento de diversas multas não só pela condução sob efeito de álcool, mas também pelo desrespeito de regras de trânsito como passar um traço linha contínuo.
 
Em declarações à Agência Lusa, o advogado do jovem português, Henrique Custódio, considerou que o tribunal "teve mão pesada" no caso, tanto mais que num acordo extra judicial, foi paga aos agentes uma indemnização de 2,3 milhões de patacas (cerca de 230.000 euros).
 
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1225599
 
 Em Portugal as causas estão sempre por apurar, continuamos assim a “arder” no grave problema da segurança rodoviária, a sociedade terá de mudar hábitos, criar associações, fazer pressão sobre a comunidade e as autoridades.
 
Pecar pelo silêncio, quando se deveria protestar, transforma homens em covardes.Abraham Lincoln
 
 
 
publicado por cambiantevelador às 00:22
link do post | sujerir | favorito
Sábado, 9 de Maio de 2009

Veículo eléctrico...

 

Não há marca automóvel que não antecipe o futuro.
 
Uma estratégia que não é de agora, embora as oscilações do preço do petróleo e as crescentes preocupações com as questões ambientais possam contribuir de momento para aumentar a pressão pela procura de modelos mais inteligentes e económicos

Apresentado muito recentemente, o PUMA (Personal Urban Mobility and Accessibility) junta a sabedoria da fabricante das populares scooters de” andar em pé”, a Segway, e da norte-americana General Motors num pequeno veículo eléctrico para duas pessoas, assente em duas rodas…

O PUMA utiliza apenas duas rodas, paralelas. O equilíbrio é mantido graças à tecnologia de balanceamento da Segway, que já marca presença nos aparelhos da marca.

Já a Peugeot deu recentemente a conhecer o projecto vencedor da quinta edição do seu concurso de design, cujo objectivo era criar um automóvel urbano para as cidades do futuro, o RD…
 
Graças ao seu sistema articulado, vai ser possível compactar o automóvel em situações de tráfego intenso e a baixas velocidades… Valendo-se igualmente da criatividade alheia, a Audi lançou o desafio "Intelligent Emotion" … a fabricante alemã colheu onze ideias visionárias, que vão desde um super-carro híbrido, até um projecto de design de interiores, que propõe a utilização de materiais leves e resistentes.

E por falar em materiais leves, o que dizer do GINA, sigla para Geometry and Functions In ‘N’ Adaptions, um concept car da BMW cuja carroçaria é feita em tecido. Além da leveza, o carro tem como vantagem poder mudar de forma graças à sua "pele".
 
Para alternativa de transporte público: o Superbus. O projecto – que já tem algum tempo e que por esta altura já deveria ser realidade – é financiado pelo governo holandês e concebido pela Universidade de Tecnologia de Delft com o objectivo de se apresentar como uma alternativa aos transportes ferroviários de alta velocidade.

Este super-autocarro com capacidade para 50 passageiros poderá percorrerá a estrada a 250 km/hora…

http://tek.sapo.pt/extras/montra/montra_tek_transportes_
para_o_futuro_proximo_990958.html
 
Carroçarias em tecido...
 
http://www.youtube.com/watch?v=vtOgVe9_ZTs&feature=related
 
Tecnologia do giroscópio
http://www.mundomotard.com/forum/index.php?topic=2537.0
 
 
A lebre e a tartaruga das estradas
 
O Nano apareceu recentemente como o carro produzido em série mais barato do Mundo e encontrou do lado oposto o Bugatti Veyron que custa mais de um milhão de euros.
 
http://noticias.sapo.pt/noticias/videos/ultimos/#uCaWE5RvJQgBSp55rntg
 
O primeiro coupé português
 
Nascido na Maia, o Vinci GT pretende ser uma montra da tecnologia produzida pela Retro Concept na exploração dos automóveis do futuro.
 
http://jn.sapo.pt/multimedia/video.aspx?content_id=1185826
 
Se optar por um veículo GT, deve respeitar os limites de velocidade previstos na lei e regular a velocidade do seu veículo atendendo às condições existentes na via.
 
http://www.zona-s.pt/Page/2582/Velocidade.aspx
 
http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/52164.html
http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/45250.html
 
 
"A memória é o estojo da ciência"
Montaigne
 
 
 
publicado por cambiantevelador às 22:40
link do post | sujerir | favorito
Quinta-feira, 7 de Maio de 2009

Crianças morrem na União Europeia ...

 

Acidentes matam 25 crianças por dia na União Europeia
 
Portugal melhorou, está menos perigoso, mas continua no fundo da tabela entre os países mais seguros para as crianças.
 
Dez mil crianças morrem todos os anos na União Europeia devido a acidentes, o que equivale a 25 mortes por dia, indica o mais recente relatório da Aliança Europeia de Segurança Infantil...segundo especialistas, se forem adoptadas todas as estratégias eficazes de prevenção, 90 por cento destes incidentes podem ser reduzidos.
 
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1223192
 
UE destaca algumas melhorias - Portugal entre os piores na segurança infantil
O documento da Aliança Europeia de Segurança Infantil dá a Portugal a classificação de "razoável", quando no anterior relatório, divulgado em 2007, tinha sido atribuída a classificação de "fraco" ou "insuficiente"...
 
O relatório de Avaliação sobre Segurança Infantil foi elaborado no âmbito do Projecto Child Safety Action Plan, para estabelecer metas para a redução das mortes e das incapacidades resultantes de lesões em crianças e adolescentes, assim como a avaliação do progresso na área da segurança infantil…Contudo, é referido que ainda "há muito para fazer" para tornar as estradas mais seguras, sendo necessário também dar atenção à prevenção de outros tipos de lesões que ocorrem em casa…
 
http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1223493
Europa -  Dez mil crianças morrem anualmente devido a acidentes
… Em Portugal a apresentação do relatório global e da prestação portuguesa nesta matéria coincide com a divulgação do primeiro Plano de Acção para a Segurança Infantil (PASI) e do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes, apresentados hoje em Lisboa numa sessão presidida pela ministra da Saúde, Ana Jorge...
 
Segundo a Aliança Europeia, as dez mil mortes por ano são equivalentes à morte diária de uma sala de aula inteira, mais de 25 estudantes por dia.
 
http://dn.sapo.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1223183&seccao=Europa
 
Segurança Infantil
Acidentes são a principal causa de morte na infância e adolescência
 
Os acidentes são a principal causa de morte na infância e na adolescência em Portugal, especialmente no primeiro ano de vida e entre os 15 e os 24 anos, indicam dados hoje divulgados pelo Ministério da Saúde Em Portugal, no ano de 2006, morreram 216 crianças e jovens até aos 19 anos de idade em acidentes.
 
Neste grupo etário, as principais causas de mortes foram acidentes de viação (66,7 por cento), afogamentos (12,7 por cento), quedas e sufocação/asfixia (4,5 por cento), queimaduras (1,4 por cento), electrocussão (0,7 por cento) e as restantes por factores não especificados.
Os dados constam do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes 2009-2016 ...
 
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=134207
 
Portugal em 6º lugar nos cuidados na primeira infância
 
Portugal ocupa a 6.ª posição no conjunto de 25 países analisados num estudo da Unicef.
 
O estudo "A Transição dos Cuidados na Primeira Infância" foi esta quinta-feira apresentado em Lisboa, na Conferência Nacional de Educação de Infância.
A Suécia está no topo da tabela, cumprindo os 10 indicadores, seguida de perto pelos países do Norte da Europa e pela França… Estes são também os países que têm identificado o investimento na primeira infância como uma prioridade constante da sua agenda política, claramente reflectida nos orçamentos nacionais, segundo o estudo.
 
Portugal ocupa a 6.ª posição ...cumprindo quatro dos dez indicadores…
 
Os indicadores de referência propostos pelo estudo do Centro de Pesquisa Innocenti da UNICEF constituem um primeiro passo para promover e aferir os resultados alcançados pelas políticas públicas no domínio da primeira infância... em Portugal a percentagem de mulheres com filhos menores de três anos que trabalham fora de casa atinge quase 70 por cento.
 
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1210417
 
Número de crianças mortas em acidentes baixou quase para metade
GINA PEREIRA
 
Relatório europeu dá nota "razoável", ainda que no fim da lista com a Grécia
Entre 2001 e 2005, Portugal reduziu quase para metade – de 427 para 276 – o número de crianças e jovens que morreram vítimas de acidentes. Mas ainda está quase no fim de um ranking europeu que avalia a mortalidade infantil… "ainda há muito a fazer para tornar as estradas mais seguras" e alerta para a necessidade de "dar mais atenção à prevenção de lesões que ocorrem em casa e nos arredores"...De acordo com dados da Direcção Geral de Saúde, os acidentes de viação continuam a ser a principal causa de morte e de lesões nas crianças e jovens.
 
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1223809
 
http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/44956.html
 
http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/48649.html
http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/30969.html
http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/24645.html
http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/50086.html
 
"Lágrimas de filhos são setas nos corações dos pais"
Lope de Vega
 
publicado por cambiantevelador às 22:25
link do post | sujerir | favorito
Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

Lei orgânica da GNR...

Atropelada ao sair do autocarro INÊS SCHRECK

 
Uma adolescente morreu atropelada por um carro conduzido pela professora em frente ao acampamento cigano, onde morava, na freguesia de Válega (Ovar). Esta quinta-feira, a comunidade cortou a via e exigiu sinalização. A Câmara vai colocar lombas
 
De acordo com moradores do acampamento, naquela via intermunicipal os carros circulam a altas velocidades, quando o limite é 50 quilómetros por hora. A Câmara tem conhecimento do problema e, ontem, encomendou lombas redutoras de velocidade. Segundo os populares, o carro que atropelou Noémia também circularia em excesso de velocidade. "A professora vinha com muita pressa, parece que tinha estado numa reunião e ia para a escola. Quando travou, o carro ainda andou muitos metros a deslizar", afirmou um dos elementos da comunidade cigana…
 
O autarca acedeu a colocar as lombas, mas duvida que acabem com os excessos dos condutores. "Não acredito que o problema seja resolvido. Se continuar a não haver civismo por parte dos condutores, que insistem em passar ali a mais de cem à hora, vai continuar a haver acidentes", afirmou, ao JN, José Américo, vereador com pelouro do Trânsito…
 
http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Aveiro&Concelho=Ovar&Option=Interior&content_id=1210779
 
“Lombas”
http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/39933.html
 
 
Responsáveis por atropelamentos e fugas costumam ser
identificados (?!)
 
 
Cerca de 8% dos condutores envolvidos em atropelamentos foge do local sem auxiliar as vítimas, ou por conduzirem sem carta, sem seguro ou por excesso de álcool. Os relatórios recentes revelam, no entanto, que a maioria dos infractores é apanhada posteriormente… Os dados de 2008 não foram disponibilizados pela ANSR que justificou pelo facto de ainda não terem sido consolidados, …
 
Em 2008, a Esquadra de Sinistralidade Rodoviária de Lisboa registou 722 acidentes que envolveram peões, 306 dos quais ocorreram em passadeiras. … De acordo com o major António Leal, da Divisão de Criminalística da Direcção de Investigação Criminal da GNR, desde de 2004, foram registados, pelo menos, três «casos de atropelamentos simulados para ocultar homicídios» …
 
http://noticias.portugalmail.pt/artigo/20090330/responsaveis-por-atropelamentos-e-fugas-costumam-ser-identificados
 
http://diario.iol.pt/sociedade/atropelamentos-condutores-vitimas-fuga-estradas-tvi24/1053190-4071.html
 
Carta por pontos em risco de não avançar
Apesar de ser uma das medidas previstas na Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária para o período 2008/2015, a adopção da carta de condução por pontos não é uma prioridade para o Ministério da Administração Interna. Quem o diz é o próprio ministro Rui Pereira, que ontem garantiu que este "é um tema em estudo e não há qualquer decisão"…
PORMENORESAPLICAÇÃO – Paulo Marques, presidente da ANSR, avança que está a ser criada uma nova aplicação informática para tratar os processos das multas de trânsito.
 
ESPANHAA carta por pontos reduziu em 40% as mortes nas estradas espanholas, disse ontem um dirigente da Direcção-Geral do Tráfego de Espanha.
 
http://www.correiodamanha.pt/noticia.aspx?channelid=00000010-0000-0000-0000-000000000010&contentid=35C34C89-1884-424C-8B02-6EB81BF212B2
 
 
Condução – Nova lei ‘limpou’ registo dos condutores até Julho de 2008.
 
…«A lei de Julho de 2008 pôs o registo [dos condutores] a zero», Actualmente, o Registo Individual do Condutor (RIC), uma espécie de cadastro dos automobilistas onde são anotadas as infracções cometidas, só inclui contra-ordenações praticadas desde 06 de Julho de 2008.
 
«À luz do novo regime ainda não foi determinada a cassação de nenhum título de condução, porque ainda não se verificou o número de decisões condenatórias definitivas suficientes por condutor», explicou o gabinete de imprensa da ANSR, numa resposta escrita.
 
Para que um condutor perca a carta é preciso que tenha praticado três contra-ordenações muito graves ou cinco, entre graves e muito graves, num período de cinco anos, e que seja tomada uma decisão administrativa condenatória definitiva.
 
No que respeita a crimes, o mais frequente é a condução sob efeitos de álcool (criminalizada a partir de uma taxa de alcoolemia igual ou superior a 1,2 gramas por litro de sangue). As infracções são apagadas do RIC ao fim de cinco anos.
 
Em Abril, foi aprovado, em Conselho de Ministros, um decreto-lei que estabelece o acesso às bases de dados, não só das forças de segurança e dos tribunais, como também dos próprios automobilistas. «O novo decreto-lei estabelece que o condutor tenha um acesso directo ao RIC, mas não define qual», comentou a fonte da ANSR.
 
Por enquanto, para aceder ao RIC, os condutores têm de pedir uma certidão no Governo Civil da sua área de residência e pagar uma taxa de sete euros…
 
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=133341
 
Comandante-geral admitiu que aplicação da Lei Orgânica
"não foi fácil"
 
98 Anos da GNR Lisboa, 03 Maio (Lusa) - O comandante-geral da GNR admitiu hoje que a aplicação da nova Lei Orgânica "não foi nem é fácil" e garantiu que será corrigido o que houver para corrigir…
"A implementação da Lei orgânica não foi nem é, ainda, fácil. As consequências no funcionamento da Guarda foram significativas e o completo ajustamento a uma nova orgânica e a um modelo de relacionamento demorará algum tempo a sedimentar", afirmou.
http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/9627317.html
 
 
- Enquanto o acidente rodoviário com vítimas, for encarado com «tolerância» e não como crime rodoviário, que muitos processos judiciais sejam arquivados e a penalização, quer dos causadores directos, quer dos causadores indirectos, continue muitas vezes sem imputar responsáveis, isso sim, continuará a “sedimentar”uma cultura de impunidade e de desresponsabilização.
 
"Sempre que visito um país, procuro menos conhecer as leis que o regem e mais saber se as executam".
Montesquieu
 
 
publicado por cambiantevelador às 00:36
link do post | sujerir | favorito

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds