Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008

Correntes para neve...

 

Brigada de Trânsito
Portugueses «usam pouco» correntes para neve nos carros
 
A Brigada de Trânsito (BT) da GNR admite que os condutores portugueses «usam pouco» correntes, embora admita a sua
necessidade para quem viaja para locais onde exista neve,
disse hoje à agência Lusa fonte da BT
 
Segundo o major Teles, da secção de Operações da BT da GNR,
«não é muito normal» os condutores portugueses usarem correntes de neve - usam-nas mesmo «pouco» - quando viajam para locais com neve, embora devessem utilizá-las «mais» como
medida de segurança e de prevenção da sinistralidade.

Mesmo nos locais onde a sinalização recomenda o uso de correntes, é «pouco usual»
ver carros portugueses apetrechados com este equipamento que aumenta a segurança rodoviária em estradas com neve ou gelo, referiu, admitindo que
«regra geral, os condutores portugueses só usam as correntes em último recurso».

O major Teles recomenda assim o uso daquele equipamento em Portugal para os que viajam para locais como a Serra da Estrela como para outras zonas onde tem ocorrido queda de neve.

Sublinhou que essa necessidade tem-se sentido mais nos últimos dias, em que a neve tem atingido várias zonas do país, nomeadamente os distritos da Guarda, Castelo Branco, Bragança e Vila Real.

O responsável da BT referiu
porém que há locais onde o seu uso é obrigatório
- sempre que a sinalização rodoviária assim o referir -
pelo que quem não o fizer está a transgredir.

A agência Lusa contactou ainda duas lojas de venda de acessórios para automóveis, que vendem correntes para neve, tendo responsáveis de ambas referido que estas são "pouco compradas" pelos portugueses.

«Há muito quem se dirija à loja para saber quanto custam, mas poucos são os que acabam por comprá-las», disse um responsável de uma loja de Lisboa.

Uma decisão que os responsáveis das duas lojas não atribuem sequer ao custo do equipamento, já que há conjuntos desde os 30 euros (para duas rodas) até aos 99 euros (também para duas rodas), dependendo o custo das medidas dos pneus.

«São acessórios que não se vendem com frequência, nem mesmo em altura de neve ou mesmo para os que viajam para a neve»,
disse o responsável de uma loja do Porto.
«É, como em tudo, à boa maneira portuguesa», concluiu.
 
 
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=118859
 
-  A questão das pessoas serem responsáveis, ou serem responsabilizadas, esperar pela sensatez de cada um é ainda uma utopia.
 
O homem sensato adapta-se ele próprio ao mundo. Aquele que é insensato persiste em querer adaptar o mundo a si próprio”.
Bernard Shaw

 

 

Águas subterrâneas da Estrela em perigo

Em causa a aplicação de sal-gema para derreter a neve
 
AS ÁGUAS subterrâneas da Serra da Estrela podem estar a ficar contaminadas devido à aplicação de sal-gema, usado no Inverno para fundir a neve e desobstruir as estradas.

O ambientalista defende que esse resultado pode ser uma consequência da infiltração do cloreto de sódio, usado pela Estradas de Portugal (EP) na limpeza da neve. A EP contrapõe, porém, que o sal-gema é usado de forma semelhante «em todos os países» e que as análises feitas regularmente nunca mostraram «qualquer influência» da sua aplicação.
 
Estrada vai ser alargada·
Os Amigos da Serra
alerta ainda para o projecto de alargamento da estrada para a Torre,
por considerarem que poderá vir a agravar o problema.
 
Defendem, por isso, o encerramento total daquele acesso rodoviário.
E relembram uma solução discutida desde os anos 60, que dizem ser mais rentável e amiga do ambiente: o teleférico.
 
http://www.kaminhos.com/artigo.asp?id_artigo=5756&id_seccao=3 
 
 
"A fatalidade é aquilo que queremos".
Romain Rolland
 
Newswise
 
 - Uma tecnologia nova que removesse o gelo de planos e pistas de decolagem e pavimentos do aeroporto com menos impato ao ambiente... 
 A tecnologia - D3 chamado: Degradable
pelo produto para impedir a formação de gelo do projeto - foi criado por uma equipe dos cientistas do instituto memorável de Battelle de Columbo, de Ohio, e do Ministério do laboratório nacional noroeste pacífico de Richland, Washington da Energia.
 
 O D3 é uma família dos líquidos biodegradáveis non-toxic usados para remover e impedir a formação de neve e de gelo em aviões, em pistas de decolagem do aeroporto…
  
D3 foi desenvolvido para ser mais a favor do meio ambiente e é manufacturado primeiramente dos materiais bio-baseados.
 
 Os produtos de remoção do gelo award-winning “EcoFlo
para a remoção do gelo dos aviões/anti-geada
e Battelle-RDF para decicing do runwaypavement/antigeada” reduzem substancialmente níveis da toxicidade e dano a o meio ambiente potencial assim como a corrosão de materiais de aviões ao fornecer os mesmos desempenho e benefícios de outros produtos de remoção do gelo comerciais.
 
A tecnologia está disponível a ser utilizado pelas linhas aéreas militares e comerciais para os aviões e a pista de descolagem que removem o gelo e está igualmente potencial disponível para produtos de remoção do gelo do consumidor.
 
 
A avaliação destes produtos para o uso das forças armadas foi financiada parcialmente por dois programas do Departamento da Defesa -- SERDP (programa estratégico de pesquisa ambiental e de desenvolvimento) e ESTCP (programa ambiental da certificação da tecnologia de segurança).
D3 igualmente recebeu uma concessão 2004 do R&D 100 para a remoção do gelo dos aviões/anti-geada assim como uma concessão 2008 do R&D 100 para a remoção do gelo da pista de descolagem/anti-geada.
 
Laboratório nacional noroeste pacífico (http://www.pnl.gov)... 
 
"A adversidade confere aos homens todas as virtudes que a prosperidade lhes retira".
Eugène Delacroix
 

 

publicado por cambiantevelador às 21:38
link | sujerir | favorito

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds