Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

Segurança Rodoviária na Europa...

 

 

Menos mortos e feridos, mas mais acidentes em Operação de

Ano Novo

01 JAN 09 TSF Rádio Notícias

 
A GNR registou menos quatro vítimas mortais e menos quatro feridos nos dois primeiros dias da Operação Ano Novo. Contudo, o capitão Sanches Silva confirmou que nos dias 30 e 31 de Dezembro houve mais 73 acidentes que no mesmo período de 2007...
 
«Registaram-se 490 acidentes no total dos dois dias de operação que corresponde a mais 73 acidentes que igual período do ano passado. Estes acidentes provocaram quatro vítimas mortais, menos um que em igual período do ano passado e três feridos graves, menos quatro que no ano passado», explicou Sanches Silva.
  
O capitão Sanches Silva alertou os condutores para a velocidade excessiva e para que estes façam ultrapassagens respeitando as regras, assinalem correctamente as manobras de marcha e conduzem preferencialmente pela direita.
   
Segundo o "site" oficial da GNR, no último dia de 2008 registaram-se 305 acidentes, dois quais resultaram dois mortos e 82 feridos, todos eles ligeiros.
 
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=1065707
 
 
 Comissão Europeia de Transportes
  
Na Europa, o método acordado para aumentar a segurança rodoviária é o princípio da
"responsabilidade partilhada".
 
Para além de toda a retórica institucional, cada um de nós tem um papel a desempenhar para tornar as estradas da Europa mais seguras.
A este respeito, a Carta Europeia da Segurança Rodoviária
 
desempenha um papel fundamental, ao apelar para que todos os membros da sociedade, tais como, uma pequena escola de aldeia, uma associação rural ou uma grande empresa multinacional, contribuam de forma significativa para melhorar a segurança rodoviária.
 
Por último, as iniciativas em matéria de segurança rodoviária
devem - ou deveriam - basear-se em estatísticas fidedignas sobre as causas dos acidentes e outras questões relevantes.
 
A recolha e a análise de dados, actualmente abrangidas pela
base de dados europeia sobre acidentes de viação (CARE)
e futuramente a cargo do
Observatório Europeu da Segurança Rodoviária,
são essenciais para planear medidas eficazes e adequadas com vista a melhorar a segurança rodoviária.
 
   
Menos vítimas mas mais acidentes na operação Ano Novo, é de referir que o número de mortes e feridos graves tenha sido menor, no entanto,  para que a "responsabilidade partilhada" referida pela 
 Comissão Europeia de Transportes seja uma realidade, tem efectivamente de passar por todos os membros e entidades da sociedade. É uma questão de consciência social.
 
"A consciência vale por mil testemunhas"
Quintiliano

 

 

 

 

publicado por cambiantevelador às 23:41
link | sujerir | favorito

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds