Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2009

Contra-mão...

 

05 Fevereiro 2009
Facturação das concessionárias de estradas cresceu 2,8% em 2008 14h30m jornal de Notícias
 
A facturação das concessionárias portuguesas de infra-estruturas de transporte (auto-estradas e parques de estacionamento) aumentou 2,8 % em 2008 face ao ano anterior, totalizando 1.255 milhões de euros, segundo um estudo da consultora espanhola DBK,   divulgado esta quinta-feira.
 
De acordo com o estudo, as concessões de auto-estradas "geraram a maior parte das receitas, totalizando 1.242 milhões de euros" em 2008, enquanto a exploração de parques de estacionamento representou um volume de facturação de 13 milhões de euros.
Em 2008, a rede de auto-estradas e estradas geridas por concessionárias portuguesas totalizou 1.556 quilómetros, mais 8,5 por cento que no ano anterior.
 
Os autores do estudo salientam o facto do sector português de concessões de auto-estradas apresentar um nível de concentração "notável", referindo que as cinco principais empresas concentraram 71 por cento do volume de negócios total em 2008.
No caso das empresas que gerem parques de estacionamento, os especialistas da DBK salientam o facto de existir também uma presença "notável" de capital público.
 
As previsões da consultora espanhola a médio prazo "apontam para um notável desenvolvimento do sector", estimando para 2009 um "crescimento moderado do volume de negócios, com uma taxa de variação inferior a 5 por cento".
 
"Para finais de 2010 e, especialmente, ao longo de 2011 está prevista a finalização de novos troços de auto-estradas, o que motivará uma notável aceleração do ritmo de crescimento das receitas neste período", refere o estudo.
 
A construção dos primeiros troços da rede portuguesa de alta velocidade ferroviária, a construção do novo aeroporto de Lisboa e a privatização da ANA, gestora dos aeroportos nacionais, "abrirão novas oportunidades de negócio para as concessionárias", concluem os autores do estudo.
 
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1131545
Despedimentos ilegais escondem «desespero das empresas»
Hoje às 10:20 3 de Fevereiro de 2009 TSF
 
O presidente da Associação das Empresas de Construção Civil e Obras Públicas admite que os despedimentos ilegais possam estar a aumentar.  A TSF já tinha adiantado que a Autoridade para as Condições do Trabalho, tal como tinham denunciado os sindicatos,  regista um aumento do número de despedimentos à margem da lei.
 
Os dados são ainda provisórios, mas já permitem concluir que, só no último trimestre do ano passado, foram detectados mais despedimentos ilegais do que nos restantes meses de 2008.
 

Os sectores mais atingidos foram os da construção, dos componentes eléctricos para a indústria automóvel e do têxtil. (…)

 O responsável realça que existiu «uma quebra de 25 por cento e neste momento a redução do emprego do sector é cerca de metade, 12,5 por cento, o que quer dizer que as empresas estão a fazer um esforço ao nível da manutenção do emprego».
 
«Pessoalmente não tenha conhecimento de qualquer situação de despedimento ilegal, o que tenho conhecimento é que a maioria das empresas têm feito negociações com os trabalhadores no sentido de utilização de férias» quando há necessidade de parar a produção, afirma Pedro Valente de Almeida.
 
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1127805
 
A energia do desespero deverá "carburar" a esperança e a utopia, ou, a precariedade material e intelectual ficará instalada.
 
Lei de Gumperson
A probabilidade de alguma coisa acontecer é inversamente proporcional à sua desejabilidade.
Leis do Progresso de Issawi
A Trajectória do Progresso:
A maior parte das coisas piora inexoravelmente.
A Marcha do Progresso:
Um atalho é a maior distância entre dois pontos.
A Dialéctica do Progresso:
A acção directa produz a reacção directa.
O Ritmo do Progresso:
A sociedade é uma mula, e não um automóvel. Quando demasiado pressionada, dá coices e atira ao cavaleiro ao chão.
 
publicado por cambiantevelador às 10:22
link | sujerir | favorito

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds