Quinta-feira, 12 de Março de 2009

GNR de faxina...

2a-feira, 9 Março 2009  Denúncia 

Militares da GNR trabalham 72 horas seguidas sem compensação
 
A Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) denunciou hoje a existência de escalas de serviço na GNR em que os profissionais «são obrigados a trabalhar 72 horas consecutivas sem qualquer» compensação adicional no vencimento denúncia foi feita pelo presidente da APG, José Manageiro, na reunião do comité da Confederação Europeia de Polícia (EuroCOP), que se realiza hoje e terça-feira em Lisboa .
 

 

 
«Os profissionais da GNR não têm um horário de serviço, ao contrário do que acontece com os nossos colegas europeus. O princípio é o da disponibilidade permanente ao serviço, sem controlo, que nos obriga a cumprir cargas horárias desumanas, incompatíveis com as funções de um agente de autoridade e de segurança pública», disse José Manageiro.
 
Presente na reunião, o ministro da Administração Interna, Rui pereira, disse que vai ser criado um horário de referência para os militares da GNR no âmbito do Estatuto do Pessoal da Guarda Nacional Republicana, que este ano vai ser aprovado.
 
José Manageiro sublinhou ainda que o Governo tem feito «promessas avultadas» em investimentos, em matéria de equipamentos, aumento de pessoal, melhoria nas instalações, mas «pouco ou nada até hoje se tem feito sentir». A «ausência» de investimento no treino policial e a «falta» de material básico e de protecção individual são alguns dos problemas que preocupam os militares da GNR.
 
Defendendo a desmilitarização da GNR, o presidente da APG referiu que a «natureza militar da GNR tem por vezes sustentado um certo militarismo exacerbado, um certo regresso ao passado em que reinava a vontade suprema das chefias, mesmo contra todos os limites do bom senso e da dignidade profissional».
«É esta GNR que ainda hoje impõe tarefas de faxina aos seus profissionais e que levanta processos-crime por desobediência a quem as recusa cumprir», sublinhou... Lusa / SOL
 
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=128458
 
- Estes homens são importantes para a segurança nas estradas, acabem com a caça à multa e coloquem-nos a patrulhar, a verificar sinalizações de obras nas estradas e a investigar os acidentes, com meios, para não ficar tudo pelo excesso de velocidade ou pela velocidade excessiva e recair apenas no condutor.
 
Tem de se responsabilizar quem prevarica, sejam condutores, câmaras, empreiteiros, concessionárias ou quem for o verdadeiro responsável por acidente rodoviário.
 
Ver como as tarefas de faxina pode dar promoções:
 
Programa "Nós por Cá" da SIC, apresentada por Conceição Lino, onde torna público um louvor concedido a um militar da GNR, por ter habilidades para-anormais na confecção de deliciosas saladas de fruta!
 
http://www.youtube.com/watch?v=2tXHJ4F6Lk8
 

publicado por cambiantevelador às 23:47
link | sujerir | favorito

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds