Quarta-feira, 8 de Abril de 2009

Desrespeitar a lei...

 

Estudo europeu
Condutores portugueses confessam confiar na sorte
Por Sara Felizardo
 
 
Um estudo revela que os condutores portugueses admitem desrespeitar a lei e confiar na sorte, apesar dos riscos. O inquérito feito a 7 mil automobilistas mostra também que o nosso comportamento na estrada não é tão diferente dos outros europeus
Apesar de terem a consciência dos perigos em que incorrem nas estradas, os condutores portugueses desvalorizam os comportamentos de risco,admitindo mesmo desrespeitar o Código da Estrada – é o que revela um estudo divulgado hoje pela companhia de seguros AXA.
 
O estudo tem por base 7 mil entrevistas, em nove países, com pelo menos 800 condutores de cada nacionalidade. Como principais infracções, os condutores apontam o desrespeito pelo limite de velocidade e pela distância de segurança em alta velocidade (86 por cento), o uso do telemóvel sem kit de mãos-livres (85 por cento), conduzir sem cinto de segurança (82 por cento) e ultrapassar sem assinalar a manobra (80 por cento).
 
Manuel João Ramos, presidente da ACA-M (Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados) entende que este estudo mostra a falta de percepção que os condutores portugueses têm sobre os seus próprios comportamentos, pois «não percebem que muitas das suas atitudes nas estradas contribuem para um aumento da sinistralidade».
 
Para além disto, Manuel João Ramos defende que as campanhas de segurança rodoviária deveriam ser mais agressivas e mais direccionadas para o condutor e, ainda, que estas campanhas educativas deveriam incidir não apenas sobre as crianças, mas nos adolescentes a partir dos dezasseis anos, idade em que começam a andar na estrada. O presidente da ACA-M aponta, também, a falta de fiscalização como consequência para o aumento da sinistralidade.
 
Condenar o álcool mas conduzir alcoolizado
Uma outra conclusão que se retira deste estudo, avançada por José Trigoso, secretário-geral da Prevenção Rodoviária, é o facto de existir um desfasamento entre a consciência e o comportamento verificado na realidade pelos condutores portugueses.
O secretário-geral da Prevenção Rodoviária dá como exemplo o consumo de álcool. «A população portuguesa é aquela que mais condena a condução sob o efeito de álcool, mas não é por isso que os condutores deixam de beber quando conduzem, o que não significa que conduzam embriagados».
 
Mas o comportamento dos condutores portugueses, deixou de ser uma excepção no quadro europeu. A fazer fé neste estudo, os automobilistas de outros países confessam os mesmos comportamentos de risco, em percentagens semelhantes.
Também indicam o desrespeito pela distância de segurança em relação ao veículo da frente (90 por cento), a condução sem cinto de segurança (86 por cento) e o uso do telemóvel sem kit de mãos-livres (85 por cento).
ou faça login
 
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=131400
 
Campanhas de Segurança Rodoviária...
http://cambiantevelador.blogs.sapo.pt/44956.html
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
publicado por cambiantevelador às 03:16
link | sujerir | favorito

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds