Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

VELOCIDADE EXCESSIVA...

 

Sinistralidade
 
Camionista condenado no Reino Unido foi libertado e deportado para Portugal
 
O camionista português, condenado em Fevereiro a três anos de prisão por condução perigosa num acidente que provocou a morte de seis pessoas no Reino Unido, foi extraditado e chegou hoje, sexta-feira, a Portugal.
 
De acordo com o filho, igualmente chamado Paulo Silva, o pai foi libertado e deportado no âmbito da lei britânica, que permite antecipar a libertação para aliviar o excesso de população prisional se o réu não for considerado perigoso.  O camionista está em liberdade e não está obrigado a cumprir o resto da pena em Portugal, informou o filho.
 
Paulo Nogueira da Silva, de 46 anos, foi a tribunal em Fevereiro em Chester, Inglaterra, acusado de 12 delitos, correspondendo seis (um por cada vítima) à acusação de condução perigosa e os restantes seis à acusação de condução negligente.
 
O júri de 12 pessoas considerou, por maioria de 11 contra um, o motorista português ilibado da morte de seis pessoas por condução perigosa, mas culpado pela morte das mesmas seis pessoas, uma família de dois adultos e quatro crianças, por condução negligente.
 
No acidente em que esteve envolvido, a 20 de Outubro de 2008, o pesado que conduzia embateu na traseira de um ligeiro, causando a morte de uma família de seis pessoas, entre as quais quatro crianças com idades entre os 13 anos e as 10 semanas.
 
O tribunal considerou provado que Paulo Silva não respeitou os sinais que apontavam para filas de trânsito mais à frente e que estava desatento, mas referiu que a pena de três anos dizia apenas respeito a um acidente e não podia ser cumulativa.
 
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1405909
 
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=1146312
 
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=1146476
 
 
Acidente no Terreiro do Paço foi homicídio
 
O Ministério Público (MP) acusou de homicídio negligente a condutora responsável pelo atropelamento de três mulheres, em Novembro de 2007, numa passadeira do Terreiro do Paço, em Lisboa…
 
Segundo o despacho de acusação, deduzido em 30 de Setembro, o MP imputou a Maria Paula Benevides Dias, hoje com 37 anos, a prática de dois crimes de homicídio por negligência grosseira, outro de ofensa grave à integridade física (também por negligência grosseira) e ainda por várias infracções ao Código da Estrada.
 
Entre estas, destacam-se o excesso de velocidade e o desrespeito pela sinalização luminosa.
 
Entre 111 e 123 km/h - Determinante para a decisão da procuradora titular do inquérito foi o relatório da peritagem elaborada por João Dias, investigador do Departamento de Engenharia Mecânica do Instituto Superior Técnico.
 
Concluíram os peritos que, na madrugada do dia 2 de Novembro de 2007, na avenida Infante D. Henrique, junto ao edifício do Ministério das Finanças, a arguida circulava a uma velocidade entre os 111 e os 123 km/h, num troço em que o limite era de 30 km/h – tendo em conta que decorriam, na altura, obras de alargamento do metro.
 
http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=151676
 
Estradas espanholas já mataram 12 portugueses
 
Desde o início deste ano já morreram 12 portugueses em Espanha devido a acidentes de viação. Na passada sexta-feira, mais uma vez o cansaço terá estado na origem de um sinistro que matou três pessoas, perto de Valladolid.
 
Esse número poderá ser acrescido por outros casos contabilizados com outros critérios e que farão ascender a cerca de quatro dezenas as vítimas portuguesas em cada um dos últimos quatro anos.
 
Essas são, pelo menos, as contas feitas pelo Real Clube Automóvel de Espanha. Esta entidade, equivalente ao Automóvel Club de Portugal, refere, num relatório, que em 2005 morreram 35 portugueses nessas circunstâncias, 40 em 2006 e 47 em 2007.
O número relativo ao ano passado ronda também as quatro dezenas. O mesmo clube adianta que 11% das vítimas estrangeiras de acidentes rodoviárias em Espanha são portuguesas.
 
A elevada taxa de sinistralidade, que antes atingia sobretudo os emigrantes em França, na Alemanha, Suíça ou Luxemburgo em chegada ou partida de férias, tem sido particularmente dramática nos anos mais recentes com a procura de trabalho de cidadãos nacionais no país vizinho.
 
O transporte em carrinhas, feito a horas tardias para acrescentar tempo a curtos fins-de-semana na terra de origem, tem-se revelado fatal para elevado número desses trabalhadores.
 
As campanhas oficiais de prevenção, aconselhando intervalos de descanso ao longo dos percursos, nem sempre são tidas como avisos sérios no combate à sinistralidade.
 
Segundo o jornal "Norte de Castilla", em toda a zona repetem-se os acidentes com este padrão (cansaço e sonolência durante longas viagens à sexta ou domingo). Além do elevado número de mortos, este ano foram contabilizados 51 feridos portugueses.
 
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1400600
 
 
Arrifana: Familiares dos feridos culpam excesso velocidade

Familiares dos elementos do Orfeão de Águeda que sábados ficaram feridos no despiste de um autocarro declaram que as pessoas envolvidas no acidente ainda estão em estado de choque, mas atribuem o sucedido a excesso de velocidade.
 
«As pessoas que iam no autocarro dizem que o motorista não conhecia bem o trajecto e ia sempre com o GPS ligado, o que não deve ter ajudado nada».
Para as duas filhas de Rosa Martins, o acidente de sábado deveria ser, no entanto, a única memória má destes dias. Rita dá a explicação:
 
«A Comunicação Social começou logo a falar do outro acidente com um autocarro em que também morreram muitas pessoas de Águeda, em 1997, e, ao relacionar uma coisa com a outra, não ajudou ninguém».
 
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=&id_news=416104&page=0
 
Insólito
Detida sem carta pela 38.ª vez ia para aula de código
A PSP de Coimbra deteve hoje, pela 38.ª vez, uma mulher de 48 anos por conduzir sem carta de condução, que tinha sido condenada a um ano de prisão no dia 10 deste mês por ser reincidente neste tipo de infracção.
http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1370325&seccao=Centro
 
39 Mil horas sem acidentes
A história de... Ernesto Marçal, Condutor da Carris
 
É o condutor de autocarros da Carris que conduz há mais tempo sem ter sofrido qualquer acidente: nada menos do que 39 mil horas. Recusa ser herói mas garante que o importante "é nunca facilitar". Há 26 anos que Ernesto Luís Marçal acorda todos os dias para se sentar ao volante de um autocarro da Carris.
 
Por cada dia de trabalho ao volante do autocarro, o condutor calcula que faz "uns 150 ou 200 quilómetros" por entre avenidas largas ou ruelas estreitas, zonas congestionadas ou livres de tráfego.
 
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Gente/Interior.aspx?content_id=1372813
 
 
 
 O excesso de velocidade e a velocidade excessiva.
 

 

- Quando se fala em "limite de velocidade" na alínea b) do nº 1 do art. 291º do Código Penal, têm-se em vista os limites objectivos de velocidade, sejam os limites gerais do art. 27º do Código da Estrada ou os especiais do art. 28º.

 

 

 

Lei da Entropia de Schopenhauer

 

 

 

Se se deitar uma colher de vinho num barril cheio de detritos, obtêm-se detritos.

 

 

Se se deitar uma colher de detritos num barril de vinho, obtêm-se detritos.

 

 

 

 

 

 

publicado por cambiantevelador às 22:35
link do post | sujerir | favorito

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds