Terça-feira, 20 de Abril de 2010

Contar vítimas...

Acidentes de carro

Novo sistema de contagem baralha números oficiais

 

Em 2009 o Instituto de Medicina Legal autopsiou 1155 pessoas mortas em acidentes. O balanço oficial dá conta de apenas 737 uma diferença de 56%.

 

A nível internacional a prática é contar as vítimas a 30 dias.

Para efeitos comparativos com os parceiros europeus, Portugal aplicava um factor de correcção de 14%, valor que a experiência tem revelado estar desajustado da realidade.

 

O exemplo de 2009 é revelador, uma diferença de 56%.

 

A polémica sobre o número real de vítimas de acidentes é antiga e no final de 2008 o governo criou um grupo de trabalho para estudar a melhor forma de assegurar a contagem a 30 dias.

Como não há um registo nacional de trauma e é impossível cruzar dados entre as polícias e os hospitais, o elo de ligação é o Ministério Público.

Os hospitais comunicam situações de morte na sequência de acidente ao Ministério Público, que por sua vez alerta as forças de segurança, a quem compete enviar os dados revistos para a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

 

O relatório relativo a 2009 revela que Portugal continua a falhar as metas traçadas para a sinistralidade dentro de localidades - foram 339 as vítimas mortais, quando os objectivos previam baixar para 287.

Más notícias são igualmente as do início do ano. Até 21 de Março (os números mais actualizados que estão disponíveis) morreram 158 pessoas, mais 18 que em igual período de 2009.

 

http://www.ionline.pt/conteudo/53721-acidentes-carro-novo-sistema-contagem-baralha-numeros-oficiais

 

 

Mais 21 mortos na estrada nos primeiros três meses deste ano

 

O número de mortos nas estradas portuguesas aumentou 13,6 por cento nos três primeiros meses deste ano face a igual período de 2009, revelam dados provisórios da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). $

 

Entre 01 de Janeiro e 31 de Março, 175 pessoas morreram em acidentes rodoviários, mais 21 que no mesmo período do ano passado, quando se registaram 154 vítimas mortais, indica a ANSR, que reúne dados da PSP e da GNR.

 

Os números das vítimas mortais contabilizadas dizem respeito às mortes no local do acidente ou durante o percurso para o hospital.

 

As pessoas envolvidas em acidentes que morrerem nos hospitais nos 30 dias seguintes também passaram a fazer parte das estatísticas da sinistralidade rodoviária desde 01 de Janeiro, mas a ANSR ainda não publicou esses dados, devendo os primeiros números ser conhecidos em Julho.

Segundo a ANSR, foi no distrito de Lisboa que os acidentes provocaram mais mortos (30) nos três primeiros meses do ano, seguindo-se Porto (27) e Braga (18). Já os distritos com menos vítimas mortais nas estradas foram Beja e Vila Real, com um morto, seguido da Guarda, que registou três vítimas.

 

Por sua vez, os feridos graves diminuíram 13,1 por cento no primeiro trimestre do ano face a igual período de 2009.

Este ano ficaram gravemente feridas 501 pessoas, enquanto em 2009 os acidentes provocaram 577 feridos graves.

Os feridos ligeiros aumentaram face a 2009, tendo passado de 9159 para 9352.

 

Estes dados são apenas relativos ao território continental, não incluindo as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.

 

http://aeiou.expresso.pt/seguranca-rodoviaria-mortos-nas-estradas-aumentaram-136-por-cento-no-primeiro-trimestre=f574913

 

http://jn.sapo.pt/paginainicial/

 

 

 

Trânsito restabelecido no IC2:

 

Acidente faz 2 mortos e 5 feridos

 

 O relvado da Oliveirense foi usado para socorro às vítimas

A colisão frontal de dois veículos ligeiros no Itinerário Complementar 2 (IC2), em Oliveira de Azeméis, provocou dois mortos e cinco feridos graves, estando a circulação interrompida nos dois sentidos.

 

Segundo os Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis, o acidente aconteceu às 15:07, ao quilómetro 265, e a circulação esteve interrompida nos dois sentidos até perto das18h para a remoção das viaturas e limpeza da via.

 

O início do jogo Oliveirense-Desportivo das Aves, da 26ª jornada da Liga de Honra de futebol teve de ser adiado devido à presença de uma helicóptero do INEM no centro do relvado, para auxílio às vítimas do acidente.

 

http://www.ionline.pt/conteudo/54830-transito-restabelecido-no-ic2-acidente-faz-2-mortos-e-5-feridos

 

 

Tirar a carta Exame de condução

 

 http://jn.sapo.pt/multimedia/infografia970.aspx?content_id=1528394

 

 

 

Guerra nas Estradas

 

A morte de um homem é uma tragédia. A morte de milhões é uma estatística.

 Stalin dirigindo-se a Churchill em Potsdam, 1945

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por cambiantevelador às 00:33
link do post | sujerir | favorito

.Mais sobre mim em breve

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. 406 Mortos nas estradas.....

. Auto-estradas sem Brigada...

. Condução Segura e Ecológi...

. Catástrofe Rodoviária…

. Portagens - CCUT 2014...

. Mais Vítimas na Estrada…

. Fim-de-semana negro...

. Travar a Sinistralidade.....

. Dê Férias à Velocidade…

. Crise Rodoviária em Portu...

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.favorito

. Contrato Promessa

. MOBILIDADE GEOGRÁFICA LAB...

. Cidadania activa: o jorna...

blogs SAPO

.subscrever feeds